in

Cobertura: AEW Double or Nothing – 25/05/2019

Primeiro pay-per-view da empresa All Elite Wrestling.

No dia 25 de Maio, a empresa All Elite Wrestling apresentou seu primeiro pay-per-view nomeado, Double or Nothing. O show foi realizado no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas, Nevada.

Em destaque no show, ouve uma rematch do Wrestle Kingdom 12, entre Kenny Omega e Chris Jericho. Uma tag team match pelos AAA World Tag Team Titles, entre os campeões The Young Bucks, contra os desafiantes Lucha Bros. No pré-show, uma Battle Royale para decidir o desafiante do vencedor da luta entre Chris Jericho e Kenny Omega, pelo AEW World Championship em um futuro evento da empresa. Confira a cobertura do show abaixo:

Você pode ver o replay do show no serviço de streaming FITE: https://www.fite.tv/watch/aew-double-or-nothing/2owc4/

**********************************************************************************

Buy In: 

Casino Battle Royale

Uma boa battle royal, mas a battle royal do All In foi melhor em minha opinião.

Os cinco lutadores que começaram a luta foram, MJF, Dustin Thomas, Sunny Daze, Michael Nakazawa e Brandon Cutler. Os fãs vaiaram muito MJF e torceram muito por Cutler; os próximos cinco lutadores que entraram no combate foram Brian Pillman Jr., Isiah Kassidy, Joey Janela, Jimmy Havoc e Shawn Spears.

Janela e Havoc aplicaram um Double Suplex em Pillman antes dele entrar dentro do ringue; Shawn Spears teve uma grande reação dos fãs e foi direto tentar eliminar MJF, mas não teve sucesso; os cinco próximos lutadores que entraram na luta foram Billy Gunn, Glacier, Ace Romero, Jungle Boy e Marq Quen.

Daze eliminou Nakazawa; Daze então foi eliminado por Glacier, que também foi eliminado por MJF; Jimmy Havoc prendeu um cigarro na testa de Joey Janela; Sonny Kiss, Marko Stunt, Tommy Dreamer e Luchasaurus foram o último grupo a entrar no combate.

Ace Romero acertou um Tope Suicida para fora do ringue, derrubando Dreamer, Luchasaurus e Kiss; o último lutador a entrar no combate foi Adam Page, ele recebeu uma bela reação dos fãs; após Page atacar todos lutadores e aplicar um Dead Eye em Janela; Ace Romero acertou um Pounce e eliminou Marko Stunt; Jungle Boy eliminou Ace Romero logo na sequência.

Dustin Thomas acertou um 619 seguido por um 450 Splash em Joey Janela; Thomas eliminou Shawn Spears; MJF eliminou Thomas; Cutler eliminou Billy Gunn, mas logo foi eliminado por MJF; Luchasaurus eliminou Joey Janela com um Chokeslam de dentro do ringue para fora sobre uma mesa; Dreamer eliminou Kiss; Orange Cassidy que ainda não tinha entrado na luta, apareceu do nada e acertou alguns chutes em Dreamer; Dreamer eliminou Cassidy; Jimmy Havoc eliminou Dreamer na sequência; Jimmy Havoc eliminou Jungle Boy.

Os 4 últimos lutadores no combate foram Adam Page, Luchasaurus, Jimmy Havoc e MJF; após uma sequência de golpes, Page eliminou Havoc e eliminou Luchasaurus na seguida; MJF tentou surpreender Page jogando ele sobre a terceira corda, mas Page não foi eliminado e conectou com um Buckshot Lariat e eliminou MJF na sequência, para ganhar a Battle Royal e uma futura luta pelo AEW World Championship contra o vencedor de Chris Jericho vs. Kenny Omega.

Singles match: Kip Sabian vs. Sammy Guevara

Eles tiveram uma boa luta, os fãs no começo não estavam muito animados, mas no final eles ficaram bastante contentes com o combate.

Uma luta cheia de ação, que teve alguns bons momentos. Sabian mandou Sammy para fora do ringue e acertou um Tope Suicida; Guevara respondeu com um dive para tomar o controle da luta; após uma sequência, Sammy acertou um running shooting star press.

Guevara aplicou um Suplex fora do ringue em Sabian; logo na sequência, Sammy deixou Sabian preso na barricada e acertou um Shooting Star Press da apron do ringue para fora; Sabian bloqueou um 630 Senton com seus joelhos e aplicou um Deathly Hallows, para conquistar a vitória.

**********************************************************************************

Six-Man Tag Team match: SoCal Uncensored (Christopher Daniels, Frankie Kazarian & Scorpio Sky) vs. Strong Hearts (Cima, T-Hawk & El Lindaman)

Lindaman foi a estrela desse combate, mesmo sendo o lutador com menos experiência.

Cima e Daniels começaram a luta com uma boa sequência; Kazarian trabalhou junto com T-Hawk; Sky fez o tag e acertou um ótimo Dropkick em T-Hawk; SCU dominaram Lindaman na primeira parte do combate.

Strong Hearts tomou o controle da luta, quando começaram trabalhar em Daniels; Sky fez o tag e tentou alguns golpes, mas logo Lindaman aplicou um German Suplex; Kazarian fez o tag e entrou bem no combate, aplicando um Northern Lights Suplex em T-Hawk; Sky aplicou um Slingshot Cutter em Cima; Kazarian aplicou um Slingshot DDT em Lindaman; Cima e Daniels caíram juntos após um Double Clothesline.

Veja também:  Cobertura: NJPW Destruction in Beppu - 15/09/2019

Daniels acertou um Angel Wings em T-Hawk, mas logo após já recebeu um German Suplex de Lindaman; Scorpio Sky acertou um belo Tope Con Hilo para derrubar os Strong Hearts; Kazarian e Daniels aplicaram o Best Meltzer Driver Ever em Lindaman, para conquistar a vitória nessa primeira luta do Double or Nothing.

Fatal Four-Way match: Britt Baker vs. Kylie Rae vs. Nyla Rose vs. Awesome Kong

Essa luta estava marcada para ser uma triple threat entre Rae, Baker e Rose, mas antes do combate começar, Brandi Rhodes, anunciou que Awesome Kong iria lutar nesse combate.

Outra luta desse Double or Nothing que foi boa. O foco da luta na primeira parte foi Kong e Rose dominando a luta; Baker e Rae tentavam derrubar as duas lutadores, com a luta ficando só entre as duas; após algum tempo, Rae acertou um Tope Suicida para derrubar Kong e Baker; Rose aplicou um Spinebuster em Rae, dentro do ringue.

Com Rose, Rae e Baker na terceira corda, Awesome Kong acertou um Tower of Doom, derrubando as três lutadoras; com Awesome Kong na apron, Rae e Baker acertaram dois Superkicks nela, para tirar Kong da luta; Rose empurrou Kong contra a escada do ringue.

Rae e Baker trocaram alguns bons golpes dentro do ringue, com Baker acertando um Superkick seguido por um Brainbuster no seu pró´rio joelho, para garantir a vitória nesse segundo combate do Double or Nothing.

Tag Team match: Best Friends (Chuck Taylor & Trent Beretta) vs. Angélico & jack Evans

Eu gostei bastante desse combate.

Taylor e Trent controlaram a primeira parte da luta, até Angélico e Evans tomarem o controle com alguns golpes de duplas, incluindo um belo Shooting Star Press de Evans; Angélico e Evans começaram controlar Trent, até Trent acertar um Clothesline em Evans; Chuck Taylor fez o tag e aplicou um Falcon Arrow em Angélico, apenas para contagem de dois.

Chuck Taylor conectou com um Sliced Bread fora do ringue em Angélico; após alguns minutos, Evans e Angélico aplicaram uma combinação de Suplex com um 450 Splash em Trent; Evans pulou das costas de Angélico para fora do ringue, com um Moonsault em Taylor; Angélico aplicou um Running Crucifix Bomb em Trent, apenas para contagem de dois; Evans acertou um 630 Senton em Trent, mas Chuck Taylor quebrou a contagem.

Chuck Taylor escapou de um dive de Angélico e aplicou um Tope Con Hilo; Best Friends aplicaram um Strong Zero em Evans, para conquistar a vitória. Após as duplas se abraçarem, as luzes ficaram escuras e quando voltaram, os Super Smash Bros. junto com vários lutadores mascarados, atacaram as duas duplas.

Six-Man Tag Team match: Aja Kong, Yuka Sakazaki & Emi Sakura vs. Hiraku Shida, Abe Riho & Ryo Mizunami

Eu não sou muito familiar com todas lutadoras nesse combate, exceto Aja Kong. Mas elas tiveram um combate muito bom.

Após um bom começo, Aja Kong tomou o controle do combate com alguns strikes em Riho; Kong aplicou um Piledriver sensacional em Riho, apenas para contagem de dois; Riho acertou um Double Foot Stomp em Sazaki e fez o tag para Mizunami.

Mizunami derrubou Aja com um Spear; Riho acertou um 619 em Kong; Kong respondeu com um Backdrop Driver em Riho; Kong e Sakura tiveram uma ótima troca de strikes; Sakura novamente trocou strikes, dessa vez com Shida; Kong aplicou um Double Suplex em Riho e Mizunami; Sakazaki acertou um crossbody para fora do ringue.

Sakura aplicou um Moonsault em Shida, mas Shida deu kickout antes do três; Kong errou um spinning elbow em Shida e acertou Sakura; Shida aplicou um Shining Wizard em Sakura, para conseguir a vitória numa ótima joshi match no Double or Nothing.

Veja também:  Cobertura: NJPW Destruction in Beppu - 15/09/2019

Singles match: Cody Rhodes vs. Dustin Rhodes

Enquanto fazia sua entrada, Cody Rhodes destruiu um trono com uma marreta.

Em minha opinião, essa foi a luta da noite. Os fãs estiveram muito investidos durante todo o combate.

Cody teve o controle do combate nos primeiros minutos; Cody derrubou Dustin com um Tope Suicida; Dustin respondeu com um Somersault Senton da apron para fora do ringue; Dustin estava controlando a luta, até Cody sair do ringue e ir para o meio dos fãs para tomar um pouco de água.

Cody distraiu o juíz, e Brandi acertou Dustin com uma garrafa de água; Cody tomou o controle do combate, deixando a luta um pouco lenta; Cody aplicou um Scoop Powerslam no seu irmão; Dustin tentou responder com um Shattered Dreams, mas Cody tirou a proteção do corner do ringue, e jogou seu irmão contra o ferro da proteção do turnbuckle. Dustin Rhodes caiu para fora do ringue e começou sangrar bastante na cabeça.

Brandi tentou atacar Dustin enquanto o mesmo estava caído fora do ringue, mas o juíz mandou ela para os vestiários; Brandi não queria ir, até Diamond Dallas Page aparecer e levar ela; dentro do ringue, com Dustin sangrando, Cody acertou um Dropkick; Cody escapou de um Powerslam e acertou um Curb Stomp em Dustin.

A história da luta é que Dustin não consegue ver porque está com sua cara cheia de sangue; Dustin conectou com um Scoop Powerslam; Cody colocou Dustin em um Figure Four Leglock, com Dustin revertendo a submissão; Dustin pegou o cinto de Cody e bateu em seu próprio irmão com o seu cinto.

Dustin aplicou um Codered, mas Cody deu kickout antes do três; Dustin aplicou um Superplex, seguido pelo Final Cut, mas novamente Cody deu kickout antes do três; Cody acertou umw low-blow, seguido por um Cross Rhodes, mas dessa vez foi Dustin quem escapou antes do três; Dustin aplicou um Cross Rhodes em Cody, que também escapou antes do três.

O final da luta viu Cody aplicando um segundo Cross Rhodes em Dustin, para conquistar a vitória em um ótimo combate e na luta da noite do Double or Nothing.

Após o combate, Cody convidou Dustin para ser seu parceiro de tag team, numa luta contra os The Young Bucks, no próximo evento da AEW. Dustin aceitou o convite e abraçou seu irmão.

Bret Hart anunciou o AEW World Championship. Ele foi interrompido por MJF, que teve que fugir entre os fãs quando Adam Page, Jimmy Havoc e Jungle Boy tentaram atacar ele.

AAA World Tag Team Championship match: The Young Bucks (Matt Jackson & Nick Jackson) (c) vs. Lucha Bros. (Pentagon Jr. & Fénix)

Uma tag team match sensacional.

Nick e Fénix tiveram uma ótima sequência fora do ringue, para uma bela recepção dos fãs; Lucha Bros. tomaram controle da luta após um double superkick e um splash em Matt; Matt respondeu com um Gorrilla Press Slam em Fénix e um Spear em Pentagon; Nick acidentalemte acertou seu irmão nas costas com um double foot stomp.

Nick aplicou um Hurricanrana em Pentagon e um Superkick em Fénix; Fénix respondeu com um golpe espetacular em Nick Jackson, enquanto ele era segurado por Matt, para uma grande reação dos fãs; Fenix aplicou um Cutter em Matt; Matt respondeu com um Cutter em Pentagon; Matt aplicou três Northern Lights seguidos em Fénix, seguido por um Sharpshooter, mas Pentagon quebrou a submissão; Nick aplicou um Slingshot Facebuster em Fénix, seguido por um Moonsault em Pentagon, que estava fora do ringue.

Matt e Nick colocaram os Lucha Bros. em um double Sharpshooter, mas Fenix e Pentagon chegaram na corda; Matt e Nick homenagearam os Motor City Machine Guns, quando aplicaram o finisher deles em Fénix, apenas para contagem de dois; Matt e Pentagon lutaram na apron, com Pentagon aplicando um Canadian Destroyer em Matt na apron; Fénix aplicou um Canadian Destroyer em Nick, dentro do ringue.

Veja também:  Cobertura: NJPW Destruction in Beppu - 15/09/2019

Fénix, dos braços de Pentagon, aplicou um Crossbody derrubando Nick e Matt; Fénix aplicou um Swanton Bomb em Nick, para contagem de dois; Fénix pulou da terceira corda, direto para um Double Superkick dos Young Bucks; Matt aplicou um Brainbuster na terceira corda em Fénix.

Young Bucks aplicaram um More Bang for Your Buck em Fénix, apenas para contagem de dois; após um Package Piledriver, os Young Bucks tentaram aplicar um Meltzer Driver, mas Fénix jogou Nick para fora do ringue; Pentagon “quebrou” o braço de Matt e conectou com um Penta Driver na sequência, para contagem de dois; Matt pegou Fénix e com ajuda de Nick, aplicaram um Meltzer Driver, para defender o AAA World Tag Team Titles numa luta espetacular no Double or Nothing.

Singles match: Kenny Omega vs. Chris Jericho

O evento principal do Double or Nothing, viu uma bela luta entre Jericho e Omega.

Jericho teve o controle do combate no seu começo, quando colocou Kenny em um Walls of Jericho; com os dois lutadores fora do ringue, Kenny tentou pular da barricada, mas Jericho empurrou Kenny contra os fãs; Jericho pegou uma camera para filmar Kenny, mas Kenny cuspiu água na cara de Chris.

Kenny jogou Chris para fora do ringue e aplicou um Tope Con Hilo, Jericho tentou bloquear o dive com uma mesa, mas não teve sucesso; Omega com um Springboard Double Foot Stomp acertou Chris que novamente tentou bloquear o golpe com a mesa; dentro do ringue, Kenny acertou um V-Trigger nas costas de Jericho, seguido por um Belly-to-Back Suplex da terceira corda;

Após escapar de um One Winged Angel, Jericho acertou dois Lionsault’s; Omega respondeu tentando aplicar um Powerbomb, mas Chris jogou Kenny para fora do ringue com um Backbody Drop, fazendo Kenny cair sobre a mesa; Omega tentou voltar para dentro do ringue, mas recebeu um Springboard Dropkick de Jericho.

Omega tentou pular da terceira corda, mas Chris conectou com um Codebreaker no ar, apenas para contagem de dois; Omega respondeu com Dragon Suplex; Jericho colocou Kenny em um Walls of Jericho; Kenny chegou as cordas e aplicou um V-Trigger na sequência; Jericho escapou de um One Winged Angel com um DDT.

Chris Jericho aplicou um segundo Codebreaker, seguido pelo seu novo finisher, Judas Effect, para garantir uma vitória muito importante no evento principal do Double or Nothing, fazendo de Chris o oponente de Adam Page num evento futuro da AEW, pelo AEW World Championship.

Após o combate, Jericho pegou o microfone e falou que ele não dava importância para o que os fãs falavam. Ele falou que o tempo dele é agora e mandou os fãs calarem a boca. Chris disse que a AEW não é um companhia para os fãs e sim para Chris Jericho. Chris mandou os fãs agradecerem á ele.

Derrepente os fãs foram a loucura, porque Jon Moxley (Dean Ambrose), fez sua entrada entre os fãs e aplicou um Dirty Deeds em Jericho, seguido por Dirty Deeds no juíz; Moxley tentou aplicar um Dirty Deeds em Omega, mas Omega empurrou Moxley e os dois caíram fora do ringue; Moxley e Omega brigaram até chegarem ao topo de uma moeda de poker, com Moxley conectando com um Dirty Deeds em Omega; Moxley então aplicou um Attitude Adjustment em Kenny, do topo da moeda de poker para o stage do Double or Nothing, assim teminando o primeiro pay-pew-view da empresa All Elite Wrestling.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NXT TakeOver: XXV: card final

Jon Moxley desafiará Juice Robinson pelo IWGP US Heavyweight Title