in

Cobertura: NJPW King of Pro Wrestling 2019 – 14/10/2019

Três titulos foram defendidos no grande evento de Outubro.

Hoje (14), a New Japan Pro Wrestling apresentou o King of Pro Wrestling, que foi realizado no Sumo Hall. No destaque no show de hoje, foram cinco lutas no belo card do evento.

Jushin Thunder Liger e Minoru Suzuki, após 7 anos, finalmente se enfrentaram novamente. Jon Moxley e Zack Sabre Jr., iriam lutar neste evento, mas pelo tufão que passou no Japão nesse final de semana, os dois lutadores não conseguiram chegar á tempo pro evento. Assim, com uma regra já antiga da NJPW, onde se o campeão for promovido para aparecer em um evento, e ele não competir e defender seu título, ele perderá seu título. Com Moxley não competindo, a NJPW tirou o IWGP United States Heavyweight Championship dele, e fez com que Lance Archer o substituisse contra Juice Robinson, por uma luta pelo título.

Will Ospreay, defendeu seu IWGP Junior Heavyweight Championship contra o ganhador do Super-J Cup, El Phantasmo. Kota Ibushi defendeu seu contrato por uma luta no Tokyo Dome pelo IWGP Heavyweight Championship, contra EVIL. No evento principal do King of Pro Wrestling, em uma revanche do G1 Climax 29, SANADA desafiou Kazuchika Okada, pelo IWGP Heavyweight Championship. Confira a cobertura do show abaixo:

Replay do show com comentários em japonês

Replay do show com comentários em inglês

**********************************************************************************

Tag Team match: Suzuki-gun (El Desperado & Yoshinobu Kanemaru) vs. Roppongi 3K (YOH & SHO)

Com a não chegada de Zack Sabre Jr. ao King of Pro Wrestling, duas lutas no card foram alteradas. Na primeira, esses dois times iram se enfrentar no torneio de tag team dos juniors. Esta também foi a luta de retorno de Desperado, que tinha quebrado seu queixo em abril.

Foi uma boa luta, com Desperado e Kanemaru controlando a primeira parte do combate. SHO aplicou um Suplex e fez o tag para YOH, que aplicou seus golpes clássicos em Desperado e Kanemaru. Desperado sofreu uma joelhada dupla de YOH e SHO; SHO aplicou um German Suplex em Desperado para contagem de dois; Desperado distraiu o juíz, então Kanemaru cuspiu whisky na cara de SHO, Desperado aproveitou e aplicou um Pinche Loco, para garantir a vitória na primeira luta do King of Pro Wrestling.

Tag Team match: Hiroshi Tanahashi & Tomoaki Honma vs. Togi Makabe & Toru Yano

Em uma luta onde a NJPW celebrou 20 anos da estreia de Hiroshi Tanahashi, os quatro lutadores tiveram um combate bem básico.

Yano e Makabe tomaram o controle do combate, após Honma errar um Kokeshi; após um tempo, Honma fez o tag para Tanahashi, que aplicou seus golpes básicos; Makabe acabou com o bom momento de Tanahashi após um Lariat; Tanahashi e Homa aplicaram um double kokeshi em Yano; Tanahashi aplicou um Slingblade, seguido por um High Fly Flow em Yano, para conquistar a vitória.

Veja também:  Cobertura: SmackDown - 11/10/2019

Tag Team match: Los Ingobernables de Japón (Tetsuya Naito & Shingo Takagi) vs. Suzuki-gun (Taichi & DOUKI) 

Uma luta não muito boa, que foi toda no estilo de lutas do Suzuki-gun, envolvendo muito brawl fora do ringue.

Suzuki-gun controlou Takagi por um pouco tempo, até DOUKI receber um jab e um Lariat; Naito e Taichi tiveram uma boa interação, quando os dois trocaram strikes e golpes; Shingo aplicou um Noshigami e um Pumping Bomber em DOUKI; Shingo ia aplicar um Made in Japan em DOUKI, mas Taichi atacou ele e Naito com seu microfone.

Taichi aplicou um Last Ride e um Saito Suplex em Naito, após o fim do combate.

Singles match: Jushin Thunder Liger vs. Minoru Suzuki

Uma bela luta, que teve sua maior parte, no estilo lutas da empresa Pancrase, e um pouco de Inoki vs. Ali.

Após um tempo com os dois dentro do ringue trocando holds, Suzuki levou Liger para fora do ringue e atacou ele com uma cadeira; os dois trocaram strikes; dentro do ringue, Liger aplicou um Kappo Kick, com Suzuki respondendo com um rear-naked Choke; Liger aplicou um Brainbuster; eles trocaram mais strikes com Suzuki quase nocauteando Liger; Suzuki aplicou um Gotch-style Piledriver para conquistar a vitória no King of Pro Wrestling.

Após a luta, Suzuki ficou de joelhos e mostrou respeito á Liger. Liger, após se levantar, pegou o microfone e disse obrigado á Suzuki.

IWGP Junior Heavyweight Championship match: Will Ospreay (c) vs. El Phantasmo

Uma luta espetacular. Eles fizeram tantas coisas, que foi á luta da noite. Will Ospreay, sem sombra de dúvidas, é o melhor lutador de 2019.

Eles começaram a luta com uma bela sequência de golpes sendo revertidos, no estilo Ospreay; Ospreay deu um tapa na cara de ELP; ELP respondeu com outro tapa; Ospreay derrubou ELP com um belo chop; ELP, acertou Ospreay no olho, e reagiu como se não tivesse sido proposital; ELP então, começou á atacar os olhos de Ospreay; ELP mandou Ospreay para fora do ringue com um Hurricanrana e fez a pose de Ospreay em seguida.

Ospreay jogou ELP para fora do ringue e aplicou um Sasuke Special; Ospreay jogou ELP contra os comentaristas ingleses; ELP respondeu acertando Ospreay com uma cadeira; os dois brigaram entre os fãs e em cima de um balcão; ELP derrubou Ospreay para o chão e pulou de cima do balcão em seguida; dentro do ringue, ELP tinha o controle do combate, até receber um German Suplex da segunda corda; os dois escaparam de tentativas de golpes do adversário, até ELP aplicaram um Spinning Neckbreaker; com ELP na apron do ringue, Ospreay usou a barricada e aplicou um Springboard Cutter fora do ringue.

Veja também:  SmarkDown! - 5 canais de wrestling que tens de ver

Ospreay aplicou um Shooting Star Press para contagem de dois; Ospreay aplicou um OsCutter, mas Taiji Ishimori puxou o juíz para fora do ringue; Ishimori ia atacar Ospreay, mas Robbie Eagles apareceu e aplicou um tope em Ishimori, levando ele para os vestiários em seguida; ELP deu um soco nas partes intimas de Ospreay, em seguida lhe acertou com o título; ELP conectou com um splash da terceira corda, mas Ospreay escapou antes do três.

ELP aplicou um Cheeky Nandos, um bonito Neckbreaker da segunda corda e um Styles Clash, mas novamente Ospreay escapou antes do três; Ospreay escapou de um One Winged Angel e aplicou um Spanish Fly; Ospreay aplicou um Essex Destroyer, um super Powerbomb da terceira corda, um Hidden Blade brutal e um Stormbreaker, para derrotar El Phantasmo, e se manter como IWGP Junior Heavyweight Champion no King of Pro Wrestling.

Six-Man Tag Team match: Bullet Club (Jay White, Yujiro Takahashi & KENTA) vs. CHAOS (Tomohiro Ishii, YOSHI-HASHI & Hirooki Goto)

O maior foco deste combate foi entre Goto e White, de resto, uma luta muito básica, que não teve nada de especial.

Ishii e KENTA tiveram uma boa sequência de strikes sendo trocados, e foram á melhor parte do combate; os momentos finais da luta, viram todos entrar no ringue e aplicar um golpe; Goto, aplicou um GTR em Yujiro para garantir a vitória para o CHAOS.

Após o combate, KENTA e Ishii tiveram que ser contidos pelos young lions.

IWGP United States Heavyweight Championship No Disqualification match: Juice Robinson vs. Lance Archer

Lance Archer, completamente dominou o combate.

Juice começou o combate, logo aplicando um Spear em Archer para fora do ringue; fora do ringue, Archer aplicou um Chokeslam em Juice sobre uma mesa; dentro do ringue, Archer jogou Juice contra duas cadeiras; Juice, respondeu com um Left Hand of God e um Cannonbal sobre uma mesa; Archer, respondeu com um Pounce, que fez Juice ir sobre uma mesa; Juice conectou com um Juice Box, e na sequência não teve sucesso em aplicar um Pulp Friction sobre algumas cadeiras; Archer aplicou um Blackout sobre as cadeiras, mas Juice deu kickout no dois. Archer conquistou a vitória e o título, quando colocou Juice em um EBD Claw, se tornando o novo IWGP United States Heavyweight Champion.

Após o fim do combate, David Finlay, fez seu retorno á NJPW, quando ele salvou Juice de Archer.

IWGP Heavyweight Championship Tokyo Dome Contract match: Kota Ibushi vs. EVIL

Veja também:  Cobertura: SmackDown - 11/10/2019

Na penúltima luta do King of Pro Wrestling, Ibushi defendeu seu contrato por uma luta no Tokyo Dome pelo IWGP heavyweight Championship, que ele ganhou quando se tornou o vencedor do G1 Climax 29, contra EVIL. Foi um ótimo combate.

EVIL controlou Ibushi pelos primeiros minutos com algumas holds; Ibushi aplicou um Powerslam e um Moonsault e um Double Foot Stomp, mas logo em seguida, EVIL já tinha tomado o controle da luta novamente. EVIL colocou uma cadeira na cabeça de Ibushi e acertou com outra cadeira; Ibushi aplicou um Springboard Hurricanrana.

Ibushi não teve sucesso na tentativa de derrubar EVIL com um Lariat, sofrendo um em seguida; EVIL aplicou um Darkness Falls, mas logo em seguida recebeu um Bastard Driver e um Last Ride, que ficaram na contagem de dois; EVIL aplicou dois belos Lariats; Ibushi respondeu com um Straight-jacket German Suplex; EVIL aplicou dois Half and Half Suplexes; Ibushi respondeu com um Lariat espetacular; os dois trocaram cabeçadas até Ibushi aplicar um Kamigoye, que ficou na contagem de dois. Ibushi aplicou outro Kamigoye, para garantir a vitória.

IWGP Heavyweight Championship match: Kazuchika Okada (c) vs. SANADA

Foi uma luta boa, mas na minha opinião, já aconteceram muitas lutas entre Okada e SANADA no último ano, então não fiquei muito animado com este combate.

Eles começaram a luta com uma ótima sequência. Após alguns minutos no ringue, Okada levou SANADA para fora do ringue e tentou aplicar um DDT da barricada para o chão, mas SANADA reverteu e aplicou um Neckbreaker; após alguns minutos, os dois novamente voltaram para fora do ringue, desta vez com Okada aplicando um Crossbody sobre a barricada, fazendo ele e SANADA cairem sobre algumas caderias.

SANADA tinha o controle da luta, até Okada escapar de um Moonsault e aplicar dois Dropkicks; os dois trocaram tentativas de golpes, até SANADA aplicar um Tombstone e um TKO; após um bom tempo em um Skull End, Okada escapou e tentou a vitória por contagem, mas sem sucesso; Okada aplicou um Rainmaker, mas levou muito tempo até ele fazer o pinfall; os dois trocaram strikes até Okada aplicar dois Dropkicks, mas sofrer outro Skull End.

SANADA aplicou um primeiro Moonsault, mas Okada bloqueou o segundo; os dois começaram reverter tudo o que o adversário tentava, até que Okada conseguiu aplicar um Michinoku Driver, seguido por um Rainmaker, para garantir a vitória e continuar como campeão no evento principal do King of Pro Wrestling.

Após o fim da luta, com SANADA chorando, ele apertou a mão de Okada. Ibushi, interrompeu a promo de Okada, e os dois formalmente marcaram a sua luta pelo título no show do dia 4 de Janeiro no Tokyo Dome. Lembrando que o Wrestle Kingdom 14, será realizado em dois dias. 4 e 5 de Janeiro.

**********************************************************************************

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roster completo do WWE 2K20 é revelado