in ,

Crossline – Royal Rumble Match Feminina – Parte I

Um fantasy booking da primeira Royal Rumble Match de mulheres da história

Olá, pessoas. Aqui quem vos escreve é um jovem obsoleto apaixonado por pro-wrestling cheio de opiniões e presunções que acha que consegue ser bom alguma coisa. Muito prazer, me chamo Yan e esse é meu quadro, o Crossline. Como eu sou muito presunçoso, resolvi fazer fantasy bookings e é disso que esse quadro vai tratar. Escolhi um tema perigoso para uma primeira edição, mas também um relevante: a primeiríssima Royal Rumble Match feminina da história.

Para esse fantasy booking, considerei que todas as atuais lutadoras na ativa do roster tanto do RAW quanto do Smackdown estarão na luta, exceto as campeãs. Lembrando que é um booking fantasioso, então leia o que segue com aquela mágica pitada de imaginação pueril que nós, fás de luta-livre, devemos ter.

Então vamos que vamos para a primeira parte.

——————————

A primeira Royal Rumble feminina deve começar com segurança e nenhuma lutadora no roster da WWE representa essa segurança melhor que Natalya. A única mulher reconhecida pela WWE como formada na famosa Hart Dungeon faria história como a primeira entrada na primeira RR feminina.

#1 Natalya

Mas nem só de segurança vive o pro-wrestling. O que é uma das mais esperadas coisas que podem acontecer numa Royal Rumble Match? Um retorno! Já atiçaremos a audiência com uma lutadora voltando aos palcos da WWE.

Quem lembra que em 2008 Brie Bella estreou no roster principal? Ela vencia suas lutas de maneira meio controversa quando ressurgia de debaixo do ringue com energia renovada. Depois foi revelado que ela trocava de lugar com Nikki. A primeira feud das Bella Twins foi contra uma equipe de veteranas que já eram uma dupla há meses: Natalya e Victoria.

#2 Victoria

Victoria retorna já contra sua antiga parceira. Natalya fica chocada, mas depois abre um sorriso ao notar que pode dialogar com Victoria para formar uma aliança tal qual quis fazer com a Riott Squad. Victoria finge aceitar, mas assim que o contador regressivo aparece no telão, ela tenta eliminar Natalya, que se salva por pouco. As duas se batem até que o contador zera.

#3 Carmella

Miss Money in the Bank é a terceira lutadora. Ela não parece nem um pouco interessada em adentrar a luta e as duas já no ringue não prestam atenção nela. Carmella pega uma cadeira e senta no ringside enquanto os árbitros tentam faze-la entrar no ringue. Enquanto isso, Natalya e Victoria trocam pancadas e chaves no ringue, mostrando que ambas estão dando o sangue pela vitória.

Veja também:  Maníacos por Apostas - Resultados: Money in the Bank 2018

#4 Alicia Fox

A primeira filler de verdade da RR. Alicia, ainda usando as roupas de capitã que usou no Survivor Series, passa por Carmella como se ela não estivesse ali e fica em pé no apron. Ela grita pela atenção de Natalya e Victoria, que param uma segurando a outra pronta para mais socos. Fox grita algo do tipo “Look at me! I’m gonna win the Royal Rumble Match and I’m gonna be the captain of the S.S. Wrestlemania!”. Natalya e Victoria encaram Fox com expressão de incredulidade e a puxam para dentro do ringue para baterem nela.

#5 Dana Brooke

Não me odeiem, mas eu realmente gosto da figura de Dana Brooke e acho que ela só precisa da confiança necessária para começar a evoluir de verdade. Acredito que ela tem potencial e que pode sim vir a ser uma valorosa midcarder.

Brooke, antes de entrar, derruba Carmella com uma cotovelada, a atira no ringue e entra logo depois. Carmella apenas rola por baixo da ultima corda do outro lado do tablado. Dana volta sua atenção para Miss MITB e quase é eliminada por Natalya. Ao voltar ao ringue, derruba a todas e aplica seus golpes-assinatura.

#6 Lana

A grand-master filler dessa luta. Lana vai entrar, fazer seu finisher em Dana Brooke e quando for tentar jogar ela para fora, Dana reverte e a elimina. Pelo menos ela vai entrar pra história como a primeira eliminada da primeira RR feminina.

#7 Bayley

Como de costume para um babyface ao estilo Bayley, a rainha dos abraços derruba todo mundo à vista e gasta todo seu moveset. Não acredito que a WWE vá dar a vitória a Bayley e nem quero isso, porém, ela é um pilar importantíssimo na divisão feminina da World Wrestling Entertainment. Depois de “abraçar” todas as outras lutadoras no ringue, Bayley elimina Alicia Fox.

#8 Naomi

É nesse ponto que eu vou ousar. Pessoalmente, não tenho nenhuma fé em Carmella como Miss Money in the Bank e, pelo que me parece, nem a WWE, pois ela tem sido posta no esquecimento com o booking atual e não há nenhum indicio de que ela tenha algo preparado para que possa parecer mais relevante. Dito isso, Naomi entra e segue direto até Carmella. Com um daqueles lindos enzeguiries que só ela sabe fazer, ela derruba a princesa de Staten Island e a atira no ringue. Carmella é então cercada por todas as outras lutadoras e recebe o finisher de cada uma delas antes de Naomi a eliminar com facilidade.

Veja também:  Maníacos por Apostas - Resultados: Money in the Bank 2018

A luta prossegue ainda quente com as garotas tentando eliminar umas as outras. Naomi tenta eliminar Dana Brooke e Victoria quase elimina as duas de uma vez só.

#9 Kelly Kelly

A popular diva serviria apenas como um divertido momento de nostalgia. Kelly Kelly foi uma diva muito popular, ainda mais nos últimos anos de sua carreira e conseguiu fazer ótimas lutas contra oponentes como Eve Torres e Beth Phoenix. Como de costume, Kelly faria tesouras (sim, estou usando o termo BR) em todas as outras e quando tentasse aplicar um crossbody da terceira corda em Natalya, seria segurada e eliminada.

No ringue estão Natalya, Victoria, Bayley, Dana Brooke e Naomi. Todas se preparam quando ouvem a música tema da próxima lutadora a entrar.

#10 Nia Jax

Nia anda devagar até o ringue enquanto todas a encaram em posição de luta. Natalya, que ficou atrás de todas as usando como escudo, puxa Brooke pelos cabelos e a atira por cima da terceira corda para elimina-la. Por pouco, Dana se matem na luta novamente e vai levantando devagar no apron.

Nia adentra o ringue e todas as restantes avançam contra ela, que repele a todas com cabeçadas. Quando Dana Brooke finalmente se recupera no apron, Jax a elimina. Victoria é a próxima vítima. Demonstrando muito poder, Nia reverte uma tentativa de um Widow’s Peak em um Samoan Drop e elimina Victoria. Slams, Samoan Drops, Leg drops e todos os outros golpes de poder que ela consegue fazer são executados. Naomi sobe na terceira corda, mas Jax a segura pelo pescoço e a empurra para fora. Naomi cai sobre uma das mesas dos comentaristas e a quebra.

#11 Michelle McCool

Se você não reconhece o quão boa McCool era nos ringues, você nem precisa mais assistir PW. Evoluindo de uma gimmick de professora para uma das heels mais fenomenais da divisão feminina, Michelle McCool certamente merece um breve retorno nessa Royal Rumble.

Veja também:  Maníacos por Apostas - Resultados: Money in the Bank 2018

McCool adicionaria um pop interessante e poderia ir derrubando algumas oponentes com aquele lindo big boot que ela fazia.

#12 Tamina

Aqui começa o primeiro clash de powerhouses. Nia, a powerhouse do Monday Night RAW, e Tamina, a powerhouse do SmackDown Live. As duas já tiveram um breve encontro no Survivor Series, mas não foi nada de espetacular. Agora elas terão um pouco mais de terreno. Nia já fez questão de derrubar as oponentes, que estão jogadas aqui e li no ringue, Tamina então entra correndo no tablado e as duas começam a trocar golpes. Tamina leva a melhor e acerta Nia com um Superkick, mas Jax não cai. McCool, sempre oportunista, tenta eliminar Tamina ao surpreendê-la por trás, mas Tamina reverte e elimina Michelle McCool. Enquanto isso, Nia acerta Tamina por trás e a deixa tonta nas cordas. Jax, então, atira a adversária para as cordas do lado contrário e quando Tamina volta, Jax tenta aplicar um Samoan Drop, mas Tamina arruma um jeito de sair dos ombros de Nia e, mostrando muita força, ergue Jax em seus ombros e aplica sua versão do Samoan Drop. Jax rola para fora do ringue por baixo da terceira corda.

#13 Becky Lynch, #14 Sasha Banks, #15 Mickie James

Uma das minhas favoritas para vencer a RR, Becky entra no ringue já direto pra cima de Tamina. Golpes com o antebraço e Bex-Plexes e “Straight Fire!” pra todo lado. Logo depois Sasha e depois Mickie. Três dos atuais principais nomes da divisão feminina. Daqui a luta segue típica, sem eliminação com spots bonitos. Todas as lutadoras no ringue se surpreendem com a próxima música que toca.

——————————

Essa é apenas a primeira parte do que eu acho que seria legal de acontecer na Royal Rumble feminina do domingo. A parte final eu posto mais pro meio da semana, caso contrário o texto ficaria gigantesco.

Becky, Sasha e Mickie foram colocadas de uma vez apenas pelo fato de que elas serviriam como simples competidoras, mas não como o foco da luta. O que também não tira a importância das superstars e também não significa que elas entrariam juntas.

Comentem. Não poupem críticas, mas sejam elegantes. Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enzo Amore

Breaking News: Enzo Amore é suspenso pela WWE

WWE RAW WWE Monday Night RAW

Cobertura: RAW 25 – 22/01/2018