in ,

Esgoto Extremo #15 – Puro Dinamite

No dia 5 de dezembro faleceu um dos nomes mais emblemáticos da luta-livre britânica e mundial. Thomas Billington, o Dynamite Kid, teve uma carreira brilhante em companhias como a WWF e a New Japan Pro Wrestling, seja atuando ao lado deseu primo Davey Boy Smith na tag team Brittish Bulldogs ou como lutador solo.

Dynamite era um atleta único, que dentro dos ringues foi um inovador. Com background no boxe e na ginástica, Billington treinou na infame “Snake Pit”, a academia de Wrestling de Billy Riley, um especialista em submissões que teve em Billington possivelmente seu melhor aluno, visto que, além da tremenda agilidade, Dynamite era um lutador com tremenda técnica baseada no catch wrestling. Seu estilo inovador encaixou perfeitamente com lutadores de sua época como Bret Hart e em especial Tiger Mask, sendo as lutas entre o britânico e o japonês clássicos que qualquer fã de wrestling deve ver, incluindo uma luta eleita pela WrestlingObserver como melhor de 1982 e outra, em 1983, sendo a primeira luta considerada por Dave Meltzer como 5 estrelas (Meltzer começou a avaliar as lutas com estrelas justamente naquele ano).

Veja também:  SmarkDown! - Antevisão: WWE Royal Rumble

O estilo de Dynamite é visto em praticamente todos os lutadores modernos. Se hoje temos um estilo rápido, atlético e com muitos golpes aéreos, em parte devemos a Billington, que literalmente voava no ringue sem perder a habilidade de conta ruma história dentro do ringue. Joey Ryan, Kassius Ohno, X Pac e Lance Storm são apenas alguns dos lutadores que citaram a importância do britânico em suas carreiras. “Qualquer lutador com menos de 91 kg (o tamanho considerado cruiserweight nos termos modernos da WWE) deve uma gratidão eterna a Dynamite Kid, que simplesmente mudou o esporte como conhecíamos”, declarou Lance Storm seu twitter.

Every wrestler under 200lbs likely owes a debt of gratitude to The Dynamite Kid. He inspired so many and help change the sport. In the ring he was incredible. The only wrestling T Shirt I ever purchased was a British Bulldogs shirt, which I wore to WrestleMania IV #RIP— Lance Storm (@LanceStorm) 5 de dezembro de 2018

Mas, como seu próprio nome diz, Dynamite Kid era uma pessoa exposiva fora dos ringues. Dynamite era incrível como lutador, mas o abuso no uso de drogas e esteroides fez com que ele cometesse atitudes terríveis, como machucar propositalmente Bruce Hart durante uma luta ou colocar uma escopeta na cabeça da própria ex-esposa durante horas. Pode ser que o lutador tenha tido crises de temperamento devido aos esteroides, uma hipótese que também é citada para justificar o crime cometido por Chris Benoit, por exemplo. Seja como for, ele cometeu atrocidades que mancham sua carreira brilhante, que poderia ter sido ainda mais elevada se, na sua época, a WWE não tivesse uma rejeição enorme em colocar lutadores peso-leves no topo,conforme o próprio descreve no livro ‘Pure Dynamite’.

Veja também:  Card final: Royal Rumble 2019

Assim sendo, Thomas Billington tem dupla influência no mundo da luta-livre. Por um lado, foi o ponto de partida para que os pesos-leves ganhassem espaço na luta-livre ocidental. Por outro, é um exemplo de como as drogas e os esteroides podem destruir a vida de uma pessoa e de quem estiver à sua volta. Sem sombra de dúvidas um ícone, mas nunca um anjo. Aos 60 anos, morre cedo, numa prova de que não vale a pena forçar lutadores a utilizarem de painkillers e esteroides apenas para nos entreterem. Que sirva de lição a todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Justin Credible preso novamente

MJF abandona o MLW Middleweight Title