in , , ,

Esgoto Extremo #19 – AEW larga na frente na “maratona”

Competição pela audiência das quartas-feiras teve início, e a WWE começou perdendo para a nova concorrente

“Parabéns a AEW pela estreia de sucesso. Os reais vencedores da exibição simultânea do NXT na USA Network e da AEW na TNT na última quarta-feira foram os fãs, que poderão esperar que a noite de quarta será competitiva e louca, já que isso é uma maratona, e não uma corrida de uma única noite.”

Essa foi a declaração dada pela WWE para os veículos de mídia com relação a estreia do AEW Dynamite, na última quarta-feira. Uma pessoa ingênua poderia ver tal declaração como uma declaração sincera e sem qualquer significado, mas quem conhece a WWE sabe bem o que isso significa: Vince McMahon está completamente puto por um show seu perder para a AEW.

A estreia da AEW não pode ser descrita como outra coisa além de um sucesso. Afinal, a TNT tinha uma expectativa de cerca de 500 mil pessoas assistindo o show ao vivo nos Estados Unidos, meta que não só foi dobrada como praticamente triplicada, já que a transmissão acabou por ser assistida por 1 milhão e 409 mil de televisores. Nada mal para uma empresa formada por wrestlers em sua maioria ainda desconhecidos do grande público.

O NXT, que a WWE fez questão de colocar no mesmo dia para tentar prejudicar a audiência da nova concorrente, teve uma audiência de 891 mil pessoas, um número bom se olhado isoladamente, mas quando comparado a AEW, causa desconforto. Vince McMahon talvez tenha subestimado o potencial da AEW, achando que bastaria colocar um produto popular entre o público Hardcore do Pro-Wrestling no mesmo horário da nova concorrente, e isso seria o suficiente para prejudicá-los. A WWE utilizou as melhores cartas possíveis do NXT nesse dia: Colocou lutas por cinturões, transferiu Finn Balor para a divisão e teve até mesmo as melhores lutas da noite. Porque então perdeu por quase 500 mil em audiência?

Veja também:  Cobertura: AEW Dynamite - 02/10/2019

A novidade surge como primeiro fator determinante. Havia um hype enorme na comunidade quanto a estreia da AEW, e uma grande expectativa de que finalmente haveria uma concorrente ao monopólio McMahon. Entretanto, tal questão abre comparações com a estreia da TNA nas segundas-feiras em 2009, quando tentou competir com o Monday Night Raw. Em sua estreia, a TNA fez 1.5 de rating, com cerca de 2 milhões de audiência, perdendo para os 5.1 milhões de audiência e 3.4 de rating do RAW.

De 2009 para cá a audiência e os ratings das TVs a cabo caíram bastante, com o próprio Monday Night Raw fazendo na última segunda um rating de 0.93 e cerca de 2.7 milhões de audiência. A AEW, em sua estreia, fez 0.68, sendo o segundo programa mais assistido da TV a cabo no dia, enquanto a NXT fez 0.32, ficando apena em décimo. Cabe considerar que a TNA fez 1.5 apenas em sua estreia nas segundas-feiras, não vindo a repetir o número e apenas caindo vertiginosamente.

Provável reação de Vince McMahon quando descobriu o resultado da audiência de quarta-feira

Brand C x Show Principal – Prepotência?

Analisando os ratings anteriormente citados, podemos chegar a fácil conclusão de que, se a AEW tivesse concorrido com o RAW ou mesmo o Smackdown, talvez não tivesse derrotado a WWE na quarta-feira. E aí entra o segundo fator que foi determinante na situação: A prepotência da WWE. O NXT é visto pela empresa, e pelos fãs em geral, como a brand C, atrás do RAW e do Smackdown. Claro que os fãs hardcore preferem o produto da NXT às “brands principais”, tendo em vista o status “Cult” do NXT e sua ênfase maior em lutas de qualidade e menos em segmentos bestas.

Veja também:  SmarkDown! - Antevisão: WWE Hell in a Cell

Só que para o público casual, que não acompanha com frequência, o NXT é só um show menor, sem a mesma importância de uma estreia do Smackdown com a presença do The Rock, ou uma Premiere do Raw com Hulk Hogan e Ric Flair, por exemplo. É como a ECW era nos tempos de SyFy, ou até mesmo os shows menores como o Heat, o Main Event ou o Superstars.

Essa prepotência em colocar um show “menor” para competir com a concorrente soma-se a um terceiro fator: a apresentação do show. A TNT e a AEW fizeram um excelente trabalho vendendo o produto, e o AEW ficou com uma aura de sucessor da WCW, um espírito de show que realmente é Mainstream. O NXT, por mais que seja amado do jeito que é, possui um estilo de apresentação muito ligado aos shows de Pro-Wrestling Indie, com uma atmosfera diferente e que não atrai tanto o público assim. A apresentação prejudicou o produto, que quando comparado com uma tentativa mais próxima do RAW de apresentação, acabou agradando mais o público casual.

Veja também:  Resultados: Dark Matches do AEW Dynamite - 02/10/2019
Look do show de estreia parece ter agradado o público em geral, bem como a maneira como os lutadores foram apresentados

Considerando todos esses fatores e tendo em vista que a AEW ainda tem muita lenha para queimar e agradou bastante a TNT em sua estreia, a tendência é que o resultado da última quarta-feira se repita com certa frequência. Se vai chegar ao ponto de competir com a audiência do Monday Night Raw é algo que só o tempo dirá, mas Vince McMahon cometeu um grande erro ao tirar o NXT de uma zona confortável só para prejudicar a concorrente. Foi uma declaração de guerra desnecessária e que pode prejudicar a longo prazo o melhor show da WWE, que provavelmente vai passar por mudanças para atingir um público maior. Que essa semana sirva de lição, pois a WWE procurou um confronto direto e pode até ser que seja uma maratona longa, mas quem deu largou melhor foi, sem sombra de dúvidas, a empresa de Tony Khan e Cody Rhodes.

2 Comentários

Deixar uma resposta
  1. Maneiro! Tava com saudades do Esgoto Extremo. Quanto ao assunto, eu estava pensando, enquanto assistia ao Dynamite, se colocar o NXT ao vivo nas Quartas-Feiras não seria um tiro no próprio pé da WWE? Agora meu medo é o Vince querer meter o dedo na NXT e fazer mudanças para “melhorar” o produto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CM Punk e a possibilidade na TNA

CM Punk teria fechado acordo com a FOX

Maníacos por Apostas WWE Money In The Bank

Maníacos por Apostas – Resultados: Clash of Champions/Hell in a Cell