Esgoto Extremo #3 – Jaoude, o “outro” brasileiro

esgoto banner

Recentemente, tivemos a ótima notícia da ida de Cezar “V8” Bononi para a WWE. A celebração da contratação do ex-BWF se deve justamente devido ao mesmo já ser, de certo modo, conhecido dos fãs de Pro-Wrestling brasileiros, devido a seu envolvimento com o Pro-Wrestling Brasileiro via BWF. Mas ao mesmo tempo em que ficamos animados pela contratação de Bononi, talvez estejamos dando pouco destaque ao outro brasileiro contratado pela WWE: Adrian Jaoude. Minha coluna hoje tratará exatamente sobre este atleta e seu potencial para a WWE no Brasil.

Muitos de vocês ainda não sabem direito quem é Adrian Jaoude. Afinal, os brasileiros que acompanham Pro-Wrestling podem até conhecer o V8, porém provavelmente nunca ouviram falar do libano-brasileiro de 33 anos. Nascido no Líbano filho de um libanês com uma brasileira, Adrian veio para o Brasil ainda jovem com a família, e desde cedo este envolvido com artes marciais. Faixa preta de Aikido, Adrian, assim como boa parte dos irmãos Jaoude, é atleta de Wrestling Olímpico, tendo representado o Brasil em competições internacionais e vencido diversas vezes o campeonato nacional de Wrestling. Ou seja, é alguém com experiência em lutas “reais”, algo que, no Brasil, pode ser importante para a WWE quebrar um pouco do preconceito que há no Brasil com o Telecatch/Pro-Wrestling. Ainda mais considerando que Jaoude é alguém conhecido no meio do MMA, tendo ajudado no desenvolvimento do Wrestling de atletas como Minotauro, Minotouro e Demian Maia. Tal reconhecimento pode fazer com que o preconceito com o telecatch diminua um pouco, o que dá a Adrian um importante papel no pro-wrestling brasileiro.
Ter um Pro-Wrestler com tamanha credibilidade em Wrestling Amador é importantissimo também no sentido de que Jaoude terá uma certa facilidade para se adaptar (ao menos no aspecto de dentro do ringue) ao Pro-Wrestling com maior facilidade, da mesma forma que Kurt Angle, que foi de campeão olímpico a campeão da WWE em apenas 4 anos, sendo talvez o maior exemplo para Adrian nesse sentido.
Conhecimento e interesse pela WWE Adrian aparenta ter. Em uma entrevista para o blog brasileiro “The Best of Wrestling Br” em Abril de 2015, pouco após ter feito testes na WWE, Jaoude comentou sobre sua participação nos testes e sobre sua possível transição do Wrestling Olímpico para o Pro-Wrestling, mostrando inclusive admiração pelo trabalho de Seth Rollins e interesse em um dia trabalhar com Kurt Angle e Brock Lesnar. Torcemos para que ele e Cezar ‘V8’ Bononi tenham sucesso nessa jornada, e que a contratação dos dois sejam sinais de que um futuro cada vez mais positivo para o Pro-Wrestling no Brasil.

Escrito por Rodrigo Peret

Estudante de Jornalismo, redator e colunista do Wrestlemaníacos. E ídolo do Izac Luna.

4 Comentários

Deixar uma resposta
  1. Já conhecia esse cara, com certeza a WWE fez uma excelente contratação. Concordo plenamente com o que foi dito, ele pode ajudar acabar com esse preconceito que existe em cima da luta livre. Boa sorte para os dois, Jaoude e V8, espero que tenham muito sucesso na WWE. E se você tá torcendo contra, desculpe o palavreado, mas quero que vocês se FODAM e por favor parem de assistir luta livre.

  2. Por mais que a gente bote mais fé no Bononi graças ao seu já histórico de Pro-Wrestling na carreira, é muito importante ver que temos um lado mais técnico e já conhecido entre os esportistas nacionais que também tem GRANDES chances de seguir carreira depois de um bom trabalho no Performance Center.

    Vamos torcer e apoiar nossos brasileiros no esporte, na chance mais clara da história de vermos o sucesso de um brasileiro no esporte alcançar escala global.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *