Espelho de Circo – Controle Criativo: Será que acontece?

ZFmdwN3

Oi meu povo! Hoje, neste quadro da semana, gostaria de falar sobre algo que me influencia graças a carreira de algumas das pessoas que estão na WWE hoje, isto combinado com o estado que muitas delas se encontram hoje me faz pensar: será que a WWE controla a criatividade dos lutadores que estão empregados na federação? Bem, se quiserem saber, cliquem na Tag “Leia Mais” ai abaixo e continuem lendo. Boa leitura!

O que eu gostaria de deixar esclarecido aqui é que isto é uma opinião ou até uma teoria, mas não é nada factualmente confirmado. Isto me leva a alguns pontos que precisamos esclarecer aqui antes que eu comece:

  • Eu não vou falar sobre toda a carreira das citadas aqui, apenas darei alguns pontos de referência pra que vocês possam entender sobre o que eu estarei falando;
  • Teremos, possivelmente, uma continuação.

Então vamos lá…

Desde o começo do meu fandom pela WWE, eu sempre gostei do fato que as mulheres eram um certo ponto de destaque, elas tinham a sua relevância e tinham a sua marca em uma empresa que, em sua grande maioria, era composta de homens. Mas, com o tempo se passando, eu comecei a perceber que, na maioria das vezes, os bookers e o resto das pessoas da WWE meio que “controlam” as gimmicks e as personagens que as pessoas passam por ali. O que me deixou mais encasquetada com isso, foi saber que – muitas das vezes – um nome era capaz de fazer com que mudasse tudo em relação a seu próprio booking, no caso o poder de alianças e de contatos podia sim ser capaz de fazer com que esse “bloqueio” de personagens pudesse acontecer de forma mais frequente. Num dos casos mais recentes, o de Paige, Vince e Kevin Dunn (dupla do demônio), foram responsáveis por fazer com que uma das melhores gimmicks existentes nos últimos tempos, fosse reduzida a completamente zero.

Veja também:  Espelho de Circo - Caso Paige

Claro, não vou ser hipócrita e dizer que todas são santas, não. Mas tratá-las com desrrespeito e fazer com que elas deixem de ter liberdade de fazer o que são pagas para fazer e com isto a platéia não pode se concetar com os personagens ali construídos. Não acreditam em mim? Vejam um dos exemplos mais famosos de liberdade criativa na WWE, Lay Cool.

Michelle e Layla eram duas das wrestlers mais consagradas da WWE, claro que ainda tinham uma gimmick um tanto quanto “reciclada”, a de meninas malvadas da WWE – que se baseavam nos defeitos das outras mulheres para fazer suas promos. Não posso dizer aqui que essa era a melhor das gimmicks, mas ela funcionava por um simples motivo: a liberdade criativa. Não acreditam, escutem o que a própria Michelle McCool diz em seu vídeo sobre sua companheira de tag, Layla:

(por volta de 4:17)

Pensem o seguinte, se não tivessem dado liberdade criativa para as duas e sim um script, o que será que poderia ter acontecido? Não haveria conexão nenhuma e isto é algo que muitos hoje não entendem. Com Paige e Sasha Banks isso é um dos exemplos mais claros, sendo que as duas gimmicks tinham capacidade de fazer suas próprias escolhas e se mostrar por seus méritos e não por um script que não as representa.

Veja também:  The Curtain Call #2: Road to WrestleMania

Sasha é um dos piores casos para mim já que, nos últimos RAWs, ela tem feito o mesmo tipo de promo desde seu primeiro reinado como champion: esse é meu sonho…eu trabalhei muito tempo pra isso…Eddie Guerrero..outras divas quebraram os moldes e blah blah blah. Paige, pelo outro lado, foi podada criativamente, mas com sua gimmick. Eu já falei muito sobre ela em minha coluna passada, mais o pior dos pontos oi justamente colocar ela em um programa que pregava algo que não era condizente com ela: Total Divas, o que tornava algumas de suas promos completamente irrelevantes e até sem nexo, como, por exemplo, a minha promo favorita de Paige, a do NOC:

Viram só? Pensem nisso: O que aconteceria se estas mulheres tenham mesmo criatividade para se mostrar com todo o seu personagem e carisma? A platéia poderia mesmo comprar as idéias de todas as personagens e, com isto, as mulheres não seriam mais tão desprezadas e mal tratadas como foram nos últimos anos, querem a prova final?

E é esta criatividade que eu quero ver…e vocês?


O que pensam sobre isso? Deixem seus  comentários abaixo e como sempre..

ATÉ SEMANA QUE VEM!

3 Comentários

Deixar uma resposta
  1. Excelente artigo!
    Gostei bastante, essa pipebomb da AJ me fez lembrar do que Carmella disse para a Nikki no último Smackdown, muitas pessoas encararam como um pipebomb também. AJ pisou muito nesse dia, simplesmente levantou a gimmick dela a mil e ela arrasou.
    Eu entendo bem o que você quis dizer, espero um dia ver essa criatividade também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *