Espelho De Circo – Nostalgia do Hall Of Fame

Espelho de Circo

Fala meu povo! Tudo bom com vocês? Voltando com a coluna neste dia especial (meu belo aniversário), vim me sentindo um tanto quanto nostalgica nestes últimos dias. Então, juntamente com o anúncio da nova integrante do Hall Of Fame, resolvi trazer esta edição de hoje, até para levar vocês para uma nova viagem, então, segurem-se nas cadeiras e acompanhem a leitura!

Bom, para começar, eu gostaria de dar os meus mais sinceros e honestos parabéns a nova integrante do HOF, Beth “The Glamazon” Phoenix. Não vou dizer que seria a melhor indicação para o momento, pois sei que temos pessoas de maior calibre hoje para serem indicadas, mas eu entendo o motivo de termos Beth nesta edição.

Beth Phoenix a ser induzida no WWE Hall of Fame

Beth é uma daquelas mulheres que eram consideradas fora dos padrões para que a WWE estava utilizando na época, tanto que ela se dizia a perfeita combinação de força e beleza. Eu realmente comprava a idéia de Beth, porque ela sabia se fazer vender para o público – tanto como heel (melhor fase) e como face (méh…) – e isso é uma coisa que a fez ter uma carreira lendária em sua passagem.

Não posso dizer que ela teve um começo muito bom de carreia. Para quem não se recorda, ela se juntou a Trish Stratus no meio de sua feud com Mickie James (época de Psycho) e ela se colocava como uma pessoa do passado de Mickie, era uma idéia particularmente estranha, mas se podia ver que Beth não estava 100% confortável em desempenhar aquele papel que lhe foi dado. Logo ela viria a se lesionar, o que a tirou de circulação do ringue – o que podia afetar a mesma e com expressividade. Mas, quando ela voltou, pudemos ver que ela tinha mudado bastante e isso mostrava ali que ela já podia ser uma pessoa que teria um futuro interessante na WWE.

Logo ela ganharia o título, após feudar com Candice Michelle e seguiria assim em uma das feuds de maior expressividade de sua carreia inteira – com Mickie James. As matches e promos que ambas tiveram era algo de se encher os olhos, tanto por Mickie – que se provava como uma contadora de histórias maravilhosa – quanto por Beth – que se fazia entender como a figura dominante, sem desmerecer o talento da outra dentro do ringue.

Beth teve momentos muito bons como campeã – Triple Threats contra Melina e Mickie alguém? – e o seu reinado como Champion tanto do título de Divas provou isso. Mas eu sentia falta daquela Beth que destruia Melina e companhia, aquela Beth que realmente era a combinação da força com a beleza e isso eu sinto que ela já vinha perdendo ao longo de sua jornada. O que levou a sua saída, após não conseguir derrotar AJ no meio de sua feud com Vickie Guerrero.

Beth é uma clássica inspiração para muitas meninas que começam a descobrir o pro wrestling e isso é algo muito bom mas, como disse antes, tinha pessoas que mereciam vir antes dela. Parabéns Beth Phoenix, que venham mais sucessos e satisfações em sua vida e que, com essa indicação, você possa acabar retornando ao ringue – mesmo que seja por apenas uma noite (q).

E ai turma? O que acharam da indicação de Beth ao HOF? Concordam, discordam? Deixem nos comentários ai abaixo e, como sempre…

ATÉ SEMANA QUE VEM!

(alguém me explica porque o Cena estava no package da Beth, sendo que eles só ficaram juntos no ringue UMA VEZ?)

Deixe um Comentário

comentário(s)