in ,

Espelho de Circo: O PPV Evolution – Parte 1

Porque o primeiro PPV completamente feminino é um tiro no pé da WWE

Espelho de Circo

Faz tempo não é? Pois bem, eu sei que minhas crônicas são em outro dia, mas depois de acompanhar a distância toda a preparação para esse PPV “histórico” que é o primeiro só com wrestlers femininas. De relance, vocês até poderão dizer: “Nossa WWE, finalmente você está dando valor a todas as mulheres que passaram pela sua empresa e finalmente está dando a chance para que elas possam brilhas”, certo? Errado. Acompanhem a minha crítica de hoje que – como fã e também wrestler quase debutando – vai tratar sobre a MINHA opinião a cerca desse PPV que, na teoria, deveria ser algo maravilhoso mas, na prática, está se mostrando o menos credível que a WWE fez até agora.

Ah, pra quem não viu o card, aviso de SPOILER.


Começando pelo anúncio: No dia 23 de Julho, tivemos um anúncio considerado – no mínimo avassalador – um PPV COMPLETAMENTE dominado por mulheres. Não vou mentir, quando fiquei sabendo disso, fiquei extasiada e chocada. Chocada em saber que a WWE estava dando a chance para seu roster feminino de brilhar e extasiada em saber que isso estava acontecendo. Algo em mim estava animada demais, mas ai comecei a acompanhar cada show semanal, desde o anúncio até agora, e tenho alguns pontos a dizer sobre tanto o anúncio em si quanto ao show que está sento montado:

  • Lutas: O que dizer se não decepção? Querem dar tanto a chance para a “evolução” feminina e fazem um card mal montado e sem estruturação nenhuma em questão de história? Temos lutas que são muito boas sim – Io vs Toni, Ripley vs uma desafiante misteriosa pelo belt, Becky vs Charlotte – mas, ao mesmo tempo temos caracterizações de lutas muito fraquinhas e que só vão estar lá para ser a “encheção” de linguiça – como dizemos aqui no sul – Nikkie vs Ronda, Team Bestie vs Mickie e Alexa – o que me irrita profundamente. Como queremos uma evolução se não tratamos aos nossos maiores tesouros como eles merecem?
  • Construção de storyline: Como eu estou dizendo no ponto anterior, temos as lutas que são sim MUITO bem construidas – como Becky e Charlotte – que tem tudo pra ser uma das lutas da noite assim como Io vs Toni – e temos as que eu ainda estou tentando entender o porquê, fora o fator televisionado, que elas estão realmente acontecendo: Nikki vs Ronda: Eu já vou dizer isso logo de cara: é a Luta da caixa de papelão contra o robô. Eu não gosto de ver gente que não tem o mínimo de carisma e que as lutas – mesmo que poucas, são repetitivas (já por parte de promos ela deu uma LEVE melhorada) – contra alguém que tem o mesmo tipo de voz monótona, promos que são um script pior do que novela mexicana e falta de real presença no ringue. Juntem isso ao fato de termos um tratamento Big Show para ambas as gêmeas e a luta mais WTF desse card, ai já podem ver meu descontentamento.
  • A falta de boa utilização das suas wrestlers: Para um card que deveria se a realização da evolução do wrestling feminino, já começamos com battle royals e tags que não fazem sentido? Riott Squad jobando de novo e Sasha sendo MAL utilizada? Não,obrigada. Enquanto Nikki está perto do título, temos Sasha, Liv e Asuka na porcaria de lutas estilo pré-show. Isso diz muita coisa.
Veja também:  Cobertura: SmackDown Live - 06/11/2018

 


Eu poderia até continuar, mas isso vai continuar em uma parte 2. Claro que vocês podem deixar nos comentários o que esperam das matches até agora anunciadas e como elas fazem vocês ficar animados – ou não – para o PPV.

Deixem ai embaixo e até a continuação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roman Reigns anunciado para evento em 2019

Cobertura: WWE Evolution