Histórias dos Bastidores #1 – O que Sunny quer, Sunny consegue”

banners historias

Rodrigo Péret de volta e dessa vez trago uma coisa nova para vocês. A coluna “Histórias dos Bastidores”, como o nome já diz, irá falar sobre histórias que aconteceram nos bastidores das principais empresas de Pro-Wrestling, principalmente as americanas como a WWE, a WCW e a ECW. Obviamente a maioria dos textos será oriunda de sites de fora, portanto sempre colocarei o crédito para aqueles que quiserem ver a versão original do texto em inglês. Para iniciar, teremos uma série de testemunhos sobre a história triste e sórdida do casal Sunny (Tammy Sytch) e Skip (Chris Candido), mostrando um pouco sobre como era a vida do casal na década de 90/00 (e sobre como Candido era um corno manso e Sunny uma vadia, basicamente). Cliquem no mais para lerem.

A postagem original é do site ProWrestlingStories. O Wrestlemaníacos apenas realizou a tradução da postagem para a língua portuguesa.

Candido e Sunny

SUNNY(Tammy Sytch):

Chris Candido era meu amor do ensino médio.

Eu estava indo para a universidade em uma bolsa integral, eu pretendia ser uma cirurgiã plástica. Ele foi contrado pela Smokey Mountain em Knoxville, Tenessee, e eu decidi me transferir para estudar perto dele. Em menos de um mês Jim Cornette (dono da Smonkey Mountain Wrestling) me contratou porque precisava de uma garota na TV que ninguém nunca havia visto antes. Aqueles seis meses duraram 2 anos e meio, até que recebi um telefonema de Bruce Prichard, produtor da WWF, e acabei sendo contratada.

CHRIS CANDIDO/SKIP:

A partir do momento em que, em algum momento das nossas vidas, nós falamos que queremos ser wrestlers profissionais… é sinal de que há obviamente alguma coisa errada com nossas mentes…

Você pega todos esses caras e nos coloca juntos e nós temos que viajar juntos por um período longo de tempo. Esses caras estão cheios de testosterona, em um negócio “cosmético” e tudo mais… pessoas diferentes reagem de maneiras diferentes.

E então, você joga uma única garota no meio de tudo… obviamente vão rolar alguns rumores e coisa e tal…

Eu quero dizer que, você é um cara na estrada – você tem suas esposas, suas namoradas em casa, pode não haver nenhuma rata (ring rat – é um termo equivalente a Maria Chuteira do Pro-Wrestling, basicamente) na cidade naquele dia… você tem que olhar para alguém.

E ela é a coisa mais próxima de você…

PAUL BEARER (aka PERCY PRINGLE):

Chris e Tammy se amavam muito. E isso é ótimo. Eles eram apenas jovens demais e tiveram um grande momento [na indústria]. Mas o que me incomodava era que Chris meio que seguia Tammy como se fosse um cachorrinho de estimação…

SUNNY :

Na WWE eu era chamada de “Kliq chick”(“Garota da Kliq”, o grupo formado por Shawn Michaels, HHH, Kevin Nash, Scott Hall e X-Pac que dominava os bastidores da empresa) -e isso não é por eu me dar bem com a Kliq, mas porque eu estava dormindo com um deles… (risos)

CHRIS CANDIDO:

A coisa com Shawn [Michaels] é que ele é o ‘Heartbreak Kid’ 24 horas por dia. Ele não interpretava o personagem, ele realmente era aquilo mesmo.

No início não me incomodou.

É senso comum que merdas seriam ditas. Não dava pra escapar disso. Porque ela era a única garota, e Shawn era a grande estrela…

BAM BAM BIGELOW:

Supostamente Shawn estava, você sabe, azarando a Tammy… E Chris estava tão apaixonado por esta mulher, que isso estava o enlouquecendo.

Nós realmente encontramos… Eu não vou dizer um bilhete de suicídio, mas, sabe, nós achamos um bilhete na mochila do Chris que era uma coisa bem pessada… E sabe, Chris estava depressivo, cara. E aquela depressão era por conta da Kliq – E eles adoravam aquilo, eles estavam se divertindo com aquilo. Eles praticamente diziam ‘Ok, vamos ver se conseguimos fazer esse garoto se matar’, entende? Era terrível.

Eu pensava que Chris era muito vunerável, cara. Eu achava que ele iria se machucar, ou machucar – MATAR – um daqueles imbecis.

Eu tentei impedir aquilo…

KEVIN NASH:

Eu não me lembro ter sido forte com ele… Provavelmente porque sua namorada estava dormindo com todo mundo no território e ele estava agindo como se não soubesse o que estava acontecendo… Andando como se fosse uma besta, um pateta…

BAM BAM BIGELOW:

Tudo era sobre forte e números… e [the Kliq] tinha os números.

Sabe, você tinha Diesel (Kevin Nash), você tinha Michaels e Helmsley – Ou Triple H, seja lá o que diabos ele é agora, Scott Hall… esse grupo de caras estavam dizendo a Vince McMahon o que fazer.

 

Um tempo terrível, muito terrível. Machucou muita gente.

Para eles virou uma piada porque eles tinham o controle, então era como se eles dizessem “Ok vamos foder com esse cara agora… ok nós o deixamos zoado; agora vamos para este outro cara aqui e vamos arruinar a vida dele e fazê-lo ser demitido, ok – agora vamos para esse cara…

E foi isso que eles fizeram – brincaram com as emoções e meios de vida das pessoas

JIM CORNETTE:

Eu gosto de Tammy… Porque eu reconheci – e já disse isso na cara dela várias vezes – que ela é uma vagabunda. E ela SABE que é uma vagabunda. Ela é uma vagabunda miserável. Tammy, que deus a abençoe, ela poderia sacanear pessoas da maneira errada em 2 frações de segundo…

DENNIS KNIGHT (Phineas Godwinn):

Ela mentia muito. Ela podia ser uma pessoa muito má quando quisesse.

Eu cheguei com [Candido] e você sabe, eu amo aquele cara. Eu estava com ele 24 antes dele morrer. E aquela maldita Sunny… Você sabe, Shawn e aqueles caras colocavam pessoas para observarem [Chris] nos vestiários enquanto eles comiam ela…

KEVIN KELLY (Ex-Narrador da WWF):

Eu acho que ele tinha de saber [o que estava acontecendo]… sempre foi um relacionamento muito bizarro para mim…

MARK CANTERBURY (Henry Godwinn):

Ela mantinha ele numa coleira… Ela fazia o que quisesse, mas segurava ele…

SUNNY:

Shawn e eu estivemos juntos por quase nove meses. Foi um longo tempo. Não eram apenas duas pessoas transando pela estrada… Nós tivemos um relacionamento. Céus, eu até fui pra Jamaica com ele por uma semana. Nós mantivemos isso por baixo dos panos o máximo que pudemos. Algumas pessoas descobriram…

PAUL BEARER (aka, Percy Pringle):

Um dia na Madison Square Garden eu chamei ele na frente de todos os caras.

Eu disse ‘Chris, venha aqui…’

Eu chamei ele para a a parte de trás e disse ‘Isso é o que todo mundo pensa [sobre a maneira que Tammy estava agindo]..’

Ele disse ‘Mas Percy, eu a amo…’

SUNNY:

Eu era a fonte de muito ódio.

Eu era a fonte de ódio entre Shawn e Bret. Muito da base do ódio entre os dois surgiu por minha causa. Shawn achava que eu estava transando com Bret… Mas eu não estava. Bret e eu éramos muito bons amigos. A família Hart me adorava…

CHRIS CANDIDO:

Nós andamos com Davey [Boy Smith] o tempo todo. Estávamos sempre juntos. Mas Davey não era o tipo de cara que, você sabe, pegava as ring rats ou algo do tipo. Diana [Esposa de Davey] iria literalmente chutar a bunda dele. Davey não mexia com ninguém…

SUNNY:

Yeah, eu transei com Davey. Várias vezes. Davey veio depois do Shawn…

MARK CANTERBURY (Henry Godwinn):

Ela tinha muito ódio [nos bastidores]… na Alemanha eles a mandaram para casa uma semana antes porque alguém cagou na comida dela. Eu não sei quem foi…

PAUL BEARER:

Foi Sean Waltman! [ X-Pac, 1-2-3 Kid]

[Ele] decidiu que ia cagar na comida chinesa da Tammy. Eles faziam aquilo em contêineres… ela foi para trás do hotel [sem saber]… e comeu aquilo.

 

No dia seguinte nós fomos para o ônibus e é claro, [alguém grita] ‘Tammy… gostou do seu pacote de merda na noite passada?’

SUNNY:

Quando estivemos na ECW, a galera dos vestiários era como uma família. Todo mundo era amigo, sabe… Fomos para Flórida e após o show todo mundo saiu junto. Íamos a um clube de Strip ou simplesmente a um jantar ou alguma coisa do tipo como um grupo…

RAVEN:

Coitado do Chris, que seu coração seja abençoado. Ele era um cara fantástico. Nada de ruim a dizer sobre ele…

SANDMAN:

Tem tantas histórias que eu poderia dizer pra você sobre como ela desrespeitou Chris.

Nós estávamos no teto de um clube em Miami e ela estava chupando o Raven [enquanto] ela havia acabado de receber dele pílulas [drogas]

 

[Eu estava] andando na sala da caldeira para ficar drogado e a porra do Sabu estava lá recebendo um boquete da Tammy [em troca de drogas]… Ele não deu pra ela a droga enquanto ela não terminasse o boquete.

[Em outra ocasião] eu andava no banheiro e ela estava chupando ele e masturbando o Joey Matthews, eu acho que era ele… [enquanto isso] Chris andando de um lado para o outro no bar procurando por ela…

SABU:

Não, ela nunca me chupou… Mas tentou. Várias vezes.

Eu vou dizer isso: Eu dei a ela um pouco de droga para que ela me mostrasse os seios. E ela fez isso. Ela queria 50 pílulas. Eu só dei a ela 35…

KEVIN KELLY:

Você, eu – TODOS nós diríamos, ‘Cara, se minha garota me sacaneasse desse jeito…’ mas até você andar uma milha nos sapatos de outra pessoa, cara – você não sabe o que você vai fazer na hora…

DENNIS KNIGHT (Phineas Godwinn):

Então, na noite [ do RAW] eu finalmente derrubei o balde em Sunny, nós enchemos o balde de água até o topo…

MARK CANTERBURY (Henry Godwinn):

Demorou um dia para aquele balde ficar metade cheio…

Eu levei para os bastidores e disse ‘Vou jogar esse balde na Sunny hoje… ninguém faça nada com isso…’

E coloquei no chão, e saí.

Quando eu volto, o balde estava… cheio.

Todos os caras gozando ali… Razor, 1-2-3 Kid, todos se masturbando no chuveiro e jogando lá… dando um bocado de… você sabe… tempero.

Então [quando jogaram o balde nela] ela recebeu uma mistura de todo mundo naquela noite…

Veja o Balde sendo jogado em Sunny Abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=pFeplAOXHQk

Tammy/Sunny foi introduzida ao Hall of Fame da WWE em 2011. Últimas informações são de que ela faz “shows particulares” via Skype em troca de dinheiro, além de rumores dela ir para o cinema pornô, além de ter respondido a rumores sobre a WWE estar insatisfeita com seu comportamento.

Chris Candido faleceu em Agosto de 2005, devido a um trombo arterial pós-cirúrgico. A cirurgia foi realizada devido a problemas envolvendo uma outra cirurgia, realizada após o mesmo ter quebrado a perna em sua última luta, uma Tag-Team Match ao lado de Lance Hoyt (atual Lance Archer na NJPW) contra Apolo e Sonny Siaki, na TNA. A TNA realizou um torneio de Duplas em sua homenagem, que foi vencido por Alex Shelley e, ironicamente, Sean Waltman, um dos membros da Kliq. Esta, aliás, foi a penúltima luta de Waltman na empresa – Ele só lutaria novamente  no ano seguinte, em Janeiro de 2006, para vencer Raven numa Raven’s Rule Match. Waltman foi demitido da TNA em seguida por faltar em diversos shows.

Shawn Michaels e Bret rivalizaram durante anos dentro e fora do ringue, resultando no Montreal Screwjob em 1997. em 1998 Michaels se aposentou dos ringues devido a um suposto problema nas costas, fazendo aparições como autoridade na WWE. Retornou em 2002 tendo se casado em 1999 em Las Vegas com sua atual esposa, além de ter encontrado a religião graças à mesma. Ele nunca comentou diretamente sobre sua história envolvendo Sunny e Chris Candido.

Escrito por Rodrigo Peret

Estudante de Jornalismo, redator e colunista do Wrestlemaníacos. E ídolo do Izac Luna.

8 Comentários

Deixar uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *