in , ,

Maníacos por Entrevista: El Garra (FILL)

Lutador da FILL é o sexto entrevistado do quadro

El Garra, wrestler da equipe carioca Federação Internacional de Luta Livre, é o segundo entrevistado do novo projeto Maníacos por Entrevista, que objetiva trazer mais sobre a luta livre produzida no Brasil para você maníaco por wrestling. São entrevistas semanais com personalidades da luta livre nacional, o nosso pro-wrestling.

El Garra, de apenas 22 anos, já luta há seis. O carioca foi treinado, em seu início, pelo ex-campeão de pesados da FILL Tytan e Christopher Tomba. O “Supremo” tem em sua carreira dois títulos conquistados: o FILL Rei dos Voadores e o Título de Duplas da FILL, com Vinny Darko.

Wrestlemaníacos: Como você conheceu a luta livre? E quando surgiu a ideia de treinar para virar um lutador profissional?

El Garra: Eu conheci a luta livre em 2007. Eu comecei a jogar o WWE SD VS RAW 2008 e gostei muito e fui atrás de saber mais. Comecei a pensar em querer lutar mesmo em 2009 ou 2010 depois de ver o Christian lutando na ECW na TV e também assistir as lutas do Chris Benoit.

WM: Em quem você se inspira na luta livre?

EG: Eu me inspiro no Ricochet, no Ospreay, Neville, Jack Evans. Só esses high-flyers que dominam muitos golpes voadores, mas assisto outros lutadores de outros estilos pra saber dos outros também.

WM: Por que “El Garra”? Explica pra gente de onde veio o nome.

EG: Esse nome nem se quer foi ideia minha, ele veio junto com aquela mascara terrível que eu usei primeiro kkkkkk eles precisavam que alguém lutasse no evento então eu, com duas semanas de treino fiz minha estreia… basicamente se alguém assistir minha primeira luta ate a atual vai me ver em absolutamente toda a minha historia na luta livre. E só para concluir eu não consegui pensar em um nome de luta pra mim e a máscara já tava ali… com um nome… então porque não? kkkkk

Veja também:  Esgoto Extremo #15 - Puro Dinamite

WM: O que a luta livre significa pra você?

EG: A luta livre é a minha vida. É simplesmente a unica coisa que eu imagino no meu futuro, é uma chance de mostrar pra todos que me assistem e pra todos que lutam comigo ou contra mim tudo o que eu treinei e que dentro do ringue nesse pais não tem ninguém melhor que eu. E a coisa que eu mais quero é que alguém fique de pé na minha frente e tente me provar o contrário. (Porque isso nunca acontece…)

WM: E a lucha libre, especificamente?

EG: Pode parecer uma tremenda ironia mas eu simplesmente odeio o estilo da lucha libre, não acho interessante.

WM: Já sofreu preconceito por gostar/praticar luta livre?

EG: Hahaha quem nunca ouviu um “iii essa luta de mentira” ou um “ahh nem tem graça. Para de fazer isso e faz uma parada maneira” acontece no mínimo umas 7 vezes por ano mas a vontade de matar esses selvagens descrentes ainda é a mesma hueheuehueh.

Veja também:  BWF: Noite dos Campeões 2 - Show sofre mudanças no local e horário

WM: Um adversário dos sonhos.

EG: Sem dúvida conseguir ter uma luta contra todos os 4 que eu mencionei antes (Ricochet, Ospreay, Neville [PAC] e Jack Evans) de igual pra igual vai me deixar mais perto do meu sonho então qualquer um deles seria meu adversário dos sonhos.

WM: Algum da luta livre nacional?

EG: Acho que só o Acce da BWF mas fora ele acho que já lutei com todo mundo que me deixaria empolgado. Pode ser que apareça alguém ou que eu não tenha visto alguma pessoa mas ate o momento é só ele.

WM: Por que o fã brasileiro de luta livre pouco se interessa pela luta nacional?

EG: Pq o brasileiro em geral só da valor ao que vem de fora. Já virou parte da cultura fazer isso, mesmo sem nunca sequer ter olhado e nem e só na luta livre, isso acontece em outros esportes. Agora nos lutadores do pais todo temos que quebrar essa visão errada na marra com nossas habilidades pra levar o que fazemos adiante e quando alguém for fazer uma entrevista com algum lutador daqui a uns 40 anos e perguntar das inspirações dele, ele vai falar só lutadores brasileiros.

WM: O que você tem a dizer para os jovens brasileiros que querem se tornar um wrestler profissional?

EG: Procurem uma federação, se juntem a ela e preparem suas orelhas pra ouvir muita besteira sobre a luta livre seja vindo da sua família, amigos ou qualquer outra pessoa por muito tempo e se mesmo assim você ainda quiser continuar nessa vida lutando pelo reconhecimento que perdemos décadas atras, você já tem mais coração pra fazer isso do que muita gente mundo a fora e pode ser que a gente se encontre algum dia e sai pra beber um guarana porque você vai ter meu respeito.

Veja também:  NJPW anuncia card final do Wrestle Kingdom 13

WM: Deixe uma mensagem para os leitores pra encerrar

EG: Sou o melhor high-flyer do brasil ou seja eu sou SU-PREMO! Se você quiser começar a lutar ou se você já for um lutador eu espero que você tente me fazer ser mais “humilde” e nao falar mais isso na marra porque aos meus supremos olhos eu já não tenho mais rivais aqui então SEJAM MEUS DESAFIOS!!! e pra quem for fã… continue acompanhando ou comece a acompanhar El Garra o melhor high-flyer da historia do brasil porque a minha lenda só está começando ate eu alcançar o topo desse mundo!

O Wrestlemaníacos agradece imensamente a El Garra pelo seu tempo para nos responder.

A próxima entrevista, na próxima quarta-feira, será com o lutador da BWF Victor Boer, fiquem ligados!

> Confira a entrevista com Rapha Luque clicando aqui
> Confira a entrevista com Gabriel Nogueira clicando aqui
> Confira a entrevista com Matths Alves clicando aqui
> Confira a entrevista com Adam Black clicando aqui
> Confira a entrevista com Max Miller clicando aqui

Um comentário

Deixar uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cobertura: SmackDown Live – 20/11/2018

WWE transmitirá o Starrcade neste domingo