in

Novidades sobre negociação de direitos televisivos da WWE nos EUA

Confira os possíveis destinos da WWE na TV americana!

Com o início do ano, duas das maiores histórias de negócios esportivos de 2018 são as negociações dos contratos televisivos da WWE e UFC. Ambos tem tido muita especulação dentro e fora da mídia baseado na ideia da WWE sair da USA Network para um acordo com a FOX.

É bem sabido que Paul Levesque (HHH para os mais íntimos) já teve um encontro preliminar com os chefes da FOX Sports, ainda que tenha sido há meses atrás. O ponto principal da especulação é que se a FOX não assinar com o UFC, e irem para outra rede de televisão, a FOX iria atrás da WWE porque eles teriam muitos buracos nas grades dos canais Fox Sports 1 e Fox Sports 2, que dependem muito do conteúdo provido pelo UFC.

Também há especulação de que a FOX possa comprar a WWE, então eles seriam donos e não teriam preocupações no futuro com o aumento do preço dos direitos televisivos e também com perdê-los. Isto seria similar ao que a Viacom fez com o Bellator, uma promoção de MMA, e também o que algumas redes de televisão (incluindo a FOX) estavam interessadas em fazer com o UFC antes de o preço de compra passar de 3 bilhões e meio de dólares e eles desistirem do negócio.

Veja também:  Matt Riddle confirmado em shows da EVOLVE

Evidentemente, a Viacom também expressou interesse em ter pro wrestling nos seus canais, mas na posição de donos da companhia, como é o caso com o Bellator, pelas mesmas razões a longo prazo, e este interesse não está centrado na WWE. As conversas são bem preliminares, dado que nenhuma notícia a respeito saiu.

De qualquer forma, uma pessoa próxima a situação acredita que Vince McMahon não está interessado em vender sua posição de sócio majoritário ainda, sentindo que o estoque vai subir ainda mais por conta de um grande aumento no valor dos direitos televisivos. Se o valor da ação atingir 40 dólares, ele pode continuar a fazer o que tem feito, vender pequenas quantidades de ações enquanto mantém seu controle de votação. No entanto, é difícil imaginar que a WWE não seria vendida caso ele receba uma proposta num nível que o UFC recebeu.

As conversas são que, se isto tudo acontecer, e é um enorme ‘se’, o RAW iria para a FOX, com a ideia de que indo para a grande rede, não só daria o nível de exposição que poderia fazer o wrestling ser popular nos EUA novamente, mas também daria legitimidade ao WWE Network. Um ponto positivo muito forte é que, caso o RAW vá para a FOX, teria sua duração reduzida para duas horas novamente (20h às 22h), dado que muitas redes locais da FOX tem telejornais às 22h locais.

Veja também:  WWE pretende lançar um PPV somente com mulheres; anúncio pode ser feito hoje

O Smackdown seria então transmitido no FS 1, como uma forma de melhorar a audiência do canal, assim como colocar vários outros shows nos canais FS 1 e FS 2, que atualmente tem a maioria da sua grade de programação dominada por conteúdos do UFC.

Mas se a FOX renovar seu contrato com o UFC, que também tem uma forte possibilidade, tudo isto se tornaria muito menos factível. Não é impossível ter ambos na FOX, pois são produtos diferentes, e também existe o benefício de usar a grande audiência do wrestling antes de programas do UFC. Isto pois, ainda que o wrestling não atraia muito dinheiro no quesito publicidade, os espectadores extras valorizariam a publicidade no horário dos eventos do UFC. Mas isto, por si só, é um movimento complicado pois o horário tradicional do UFC é sábado à noite, enquanto a WWE tem segunda e terça como seus dias principais. Seriam mudanças complicadas e arriscadas para ambos.

É importante notas que esta estratégia é datada de conversas de quase um ano atrás e as coisas poderiam ser muito diferentes agora, além do que já se sabe no que diz respeito à FOX estar interessada em comprar a WWE se eles perderem a UFC. Com a FOX vendendo muitas das suas estações locais nos EUA, eles estão bastante avantajados no quesito monetário agora.

Veja também:  Stephanie McMahon anuncia PPV totalmente feminino

O UFC queria que seu acordo estivesse fechado agora, mas não há sinal de que este seja o caso. A WWE quer ter futuro decidido até maio, ainda que qualquer movimento, caso haja algum, não seja efetivo até outubro de 2019.

A implicação de toda esta negociação para o Brasil e para toda a América Latina, que já tem a WWE transmitida nos canais FOX Sports, também não pode ser determinada neste ponto, porém o fato é que, uma vez que a FOX seja dona da WWE, a presença dela nos canais seria muito maior do que tem atualmente.

Fonte: Wrestling Observer Newsletter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Candice LeRae

WWE pode ter contratado Candice LeRae

Teremos um WWE Champion vs. Impact Champion *SPOILER*