in , ,

Nova empresa de luta livre: ActionPRO é anunciada em São Paulo

Comandada por Rony Kidd, a equipe vem para tentar melhorar o pro-wrestling brasileiro

Foi anunciado na tarde deste sábado (23) em uma conferência realizada no Tatuapé, em São Paulo, a fundação da Action Pro Wrestling, uma nova federação de luta livre no Brasil. A empresa tem sede em São Paulo-SP e já anunciou seu primeiro evento.

Além de Rony Kidd, o diretor geral, a equipe é formada por Igor Fernandes (Consultor Jurídico), Menino Tanaka (Assessor de Imprensa), Giuliano Anjos (Gestor de Marketing), Danilo Oliveira (Relações Públicas) e João Guilherme (Produtor Artístico). A ActionPRO terá como parceiras as federações Astros do Ringue e Telecatch A Ressurreição, de São Paulo, NES, de Santos-SP, FILL, do Rio de Janeiro, EWF, de Sapucaia do Sul-RS, SWU, de Porto Alegre, e Libertas Luta Livre, de Belo Horizonte.

Após oito anos na Gigantes do Ringue, Rony Kidd, ex-Campeão Brasileiro na empresa, passou por problemas profissionais com Michel Serdan, que acabaram por motivar o seu pedido de saída da equipe no início deste ano. “Uma coisa que o Michel falou pra mim em uma das nossas inúmeras conversas e até alguns atritos foi: ‘Ninguém aqui é insubstituível, só eu e a Aida [Serdan]’”. Kidd foi produtor do Revolution Wrestling, série feita por alunos e último projeto em atividade do Gigantes do Ringue, que tem todos os episódios disponíveis no canal da GDR no YouTube.

Confira mais informações sobre a saída de Rony da Gigantes do Ringue clicando aqui

O Wrestlemaníacos divulgou em suas redes sociais na noite de sexta-feira (22) uma imagem enigmática com a frase em destaque “#FollowTheNew”, era apenas um teaser para o que viria no dia seguinte. Na tarde de sábado, Rony Kidd e sua equipe convocaram uma coletiva de imprensa para anunciar a fundação da Action Pro Wrestling.

Veja também:  Maníacos por Apostas - Clash of Champions

Ele falou em profissionalizar e diferenciar. Elogiou os trabalhos de algumas equipes e fez críticas dirigidas a “Quem deveria ressuscitar a luta, não o faz”. “As frases que estão nas imagens misteriosas eu ouvi durante 8 anos. E isso é uma merda”, – cutucou a GDR, além de criticar a falta de organização de sua antiga equipe, elencando como isso será diferente na ActionPRO.

Sobre a academia, Rony afirmou que profissionais deixarão de pagar mensalidade e serão certificados, enaltecendo que alunos não serão separados e farão parte do show, assim como os profissionais, entretanto, em escalas diferentes, sendo o importante a exposição: “Não vejo alunos na minha frente. Vejo profissionais com potencial a ser trabalhado. Anunciaremos nosso local de treino e não teremos mais mensalidade cobrada. Todos os lutadores serão valorizados na ActionPRO, todos os lutadores receberão o mesmo valor. Alunos receberão a metade”.

O wrestler e dono da nova federação falou também sobre merchandising, “A intenção é vender camisetas de cada lutador. Todo lutador terá seu design e terá seus royalties em eventuais vendas”, criticou o posicionamento de patrocinadores em posição de controle criativo e negou isso na ActionPRO: “O patrocinador não influenciará no show em si”. Ele brinca: “Não pode estar com Sidney Oliveira escrito na camisa”. Também em tom de brincadeira, lembrou do sequestro do lutador Iron Charles no Revolution Wrestling: “A gente passou pela viatura da polícia e tudo, maior confusão, e o Michel [Serdan] disse que a série era infantil. Sequestro infantil é interessante”.

Veja também:  Resultados: NJPW Road to Destruction - Blue Justice IX - 08/09/2019

Sobre a concorrência, Rony disse que “concorrente não é inimigo”. Eu não acho ruim a interação com a BWF. Se meu associado chegar e tirar foto com o Bob Junior, pra mim isso é bom. Isso são olhos virando pra gente. O mesmo ao contrário, essa relação não tem problema – disse ele.

Luiz Barros, o Menino Tanaka, prometeu comprometimento e fazer o trabalho como todo o resto que a imprensa merece: “As empresas estão em uma filosofia discrepante daquela praticada pela imprensa moderna, seja especializada ou não. Nós somos a ActionPRO, muito prazer”. Igor Fernandes, consultor jurídico, afirmou que todos os lutadores terão cadastro de informação médica e de todos os dados. O departamento jurídico da ActionPro, de acordo com Igor, é o “departamento de prevenir mer**”.

Rony revelou conversas com os representantes do CEU Paraisópolis e revela que os treinos da ActionPRO em um primeiro momento serão lá, perto do Morumbi, mas existem conversas com academias e outros centros. De momento é provisório. Apesar da parceria com o Telecatch A Ressurreição propiciar o lugar, os treinos não serão associados, e serão no horário da manhã.

Veja também:  Rusev não vence em PPVs desde dezembro de 2016

Em conversa exclusiva com o Wrestlemaníacos, ActionPRO afirmou que terá show semanal: “A depender da nossa estabilização no novo centro de treinamento. O prazo é incerto, mas não está tão longe assim de acontecer”. Sobre as parcerias: “Vamos compartilhar lutadores, compartilhar shows, o ideal é que façamos tudo pensando no benefício de todos”. Rony Kidd nos contou que retornará aos ringues na nova empresa: “Serei diretor da ActionPRO ao mesmo tempo em que serei lutador. No momento ainda estou me recuperando de lesão, mas atuarei dentro dos ringues muito em breve. Aliás, toda a equipe de direção estará envolvida artisticamente no projeto”.

Primeiro evento já foi anunciado: será em 9 de março, às 14h, no CEU Paraisópolis, São Paulo-SP. Classificatórias “Rumo ao Juntos Somos Fortes”, com os vencedores se classificando para o torneio de trios irão acontecer. O show completo será disponibilizado no YouTube.

Fique ligado aqui no site para mais novidades e anúncios de show da ActionPRO. Ninguém informa sobre luta livre nacional melhor que o Wrestlemaníacos!

8 Comentários

Deixar uma resposta
  1. Cara, o Menino Tanaka não se chama Tanaka. MINHA VIDA É UMA MENTIRA.

    No mais, espero mesmo que a Action Pro Wrestling faça a diferença no cenário nacional.

  2. É a AEW brasileira! Vamos ver até onde isso vai dar mas com as parcerias firmadas e fortes da pra ver que vai ser grande o negócio. Vamos esperar pra ver. Mal posso esperar para comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SmarkDown! – A corrida às armas no mundo do Wrestling

TJP é demitido da WWE; ele comenta a decisão da empresa