in

O renascimento de Pro-Wrestling

O ano de 2019 será complementar para um futuro de mudanças.

2019 tem-se mostrado como um ano de confusão, instabilidade e de testes por parte das empresas.Tanto a WWE, NJPW e AEW, vêm a definir o ano atual. Colocando esse mesmo tom de “Wind Of Changes” por toda a indústria. Mas esse mesmo tom que as grandes empresas têm estabelecido tem uma clara justificação: o renascimento que se aproxima.

Desde 2001 que WWE se estabeleceu como a super-potência do mercado de wrestling profissional, onde com o tempo surgiam algumas empresas secundárias (caso da TNA) que nunca chegavam perto dela. Mantendo essa posição, a WWE tinha na sua mão todo o talento do mundo à sua disposição, onde poucos teriam uma chance. E caso a conseguissem, a chance rapidamente poderia desaparecer (exemplo disso sendo Low Ki, que teve uma breve passagem na empresa como Kaval). Se você queria seguir pro-wrestling como sua única forma de bom rendimento, a WWE era o único sítio.

Mas, a partir de 2015, a cadeiras começavam a virar. Empresas independentes como a ROH e a NJPW começavam a ganhar cada vez mais interesse, e o próprio mercado mexicano se espalharia mais nos EUA com a chegada de Lucha Underground em 2014. Por um bom tempo, os fãs de pro-wrestling começaram a ter mais opções. Consequência do fenómeno atual que não foge a nenhum mercado: globalização. Com o fácil acesso de produtos diferentes através da internet, como um melhor acesso a diversas comunidades diferidas a cada produto, foi uma questão de tempo até a NJPW se tornar numa própria super-potência do mercado asiático.

Ring Of Honor, a empresa que muitos pensavam que um dia podia rivalizar com a WWE, decaiu devido às más decisões quanto ao produto. Tanto internamente como externamente, a empresa perdeu o fogo que antes tinha, levando à saída de diversos lutadores para outras empresas. Nomeadamente, a empresa que levou grande parte do talento da ROH, a AEW.

All Elite Wrestling é, sem sombra de dúvida, a pioneira para o futuro renascimento de pro-wrestling no mercado americano. E é discutível a questão de Kenny Omega ser o grande rosto que promoveu a descentralização que a WWE outrora tinha. AEW não está tendo essa relevância por causa de grandes lutadores nela inserida! A sua relevância chega devido ao impulso financeiro de Tony Khan e sua chegada à TNT (antigo canal onde WCW Nitro passara todas as segundas-feiras).

Veja também:  AJ Styles defende seu título contra Cedric Alexander no WWE Clash Of Champions

O ano de 2019 está colocando todas as bases para o renascimento que se aproxima em 2020. A WWE, desde janeiro, tem diversificado bastante seu produto, experimentando coisas novas (a 24/7 Championship), contratação de novos produtores (Paul Heyman e Eric Bischoff), o bom mas aleatório RAW Reunion… Entre outros. O mesmo acontece com a NJPW, apostando em novas estrelas para determinar seu plantel principal para a “nova era” que já era para ter acontecido depois de janeiro deste mesmo ano. E, apesar de tudo, a AEW que ainda está para testar as águas de um programa semanal de tendências casuais.

Em suma, seguindo as previsões, 2020 será um ano louco e diferente que irá estragar a monotonia implantada pelo produto da WWE como super-potência, e o conceito de globalização irá se tornar cada vez mais num fator.

3 Comentários

Deixar uma resposta
  1. Com certeza um texto muito bom, concordo com tudo que foi escrito, realmente mostrando aonde está esse ressurgimento do wrestling mundial, ilustrando o que tivemos, o que temos e o que teremos de indústria para esse esporte que tanto amamos! Só acho que poderiam ter sido citadas outras empresas que estão fazendo algum barulho também como a MLW e a Evolve, mas enfim, parabéns Tomás Moreira!

  2. td isto ja foi previsto pelo Matt Dickie em seus jogos como Wrestling encore, que mostra varias empresas de wrestling e nao mais uma so como sempre se tinha ma mente das pessoas, alias um dos melhores jogos de luta que ja vi na vida, emquanto isso vimos wwe smack down vs raw virar wwe 2k19 … que estragou demais os jogos de wrestling

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resultados: SmackDown – 06/08/2019

NWA estreia em Outubro com seu próprio programa