Pra Ser Sincero #15 – O que fazer com Roman Reigns?

banner pra ser sincero

Olá! Eu sou Gabriel Goto e esta é a décima quinta edição do Pra Ser Sincero! Tivemos nesse final de semana um dos meus PPV’s favoritos, o Money in the Bank e com isso grandes mudanças no curso da empresa de Stamford, uma que pode ser tão negativa quanto pode ser positiva: O que fazer com Roman Reigns?

No último PPV, Roman enfrentou o seu ex-companheiro de Shield pelo WWE World Heavyweight Championship e saiu derrotado, para a surpresa de muitos – ao menos para mim – e alguns poucos minutos depois tivemos o cash-in de Dean Ambrose para se sagrar finalmente como WWE WHC e fechar o ciclo da Shield e que culmina na tão sonhada Triple Threat entre os três membros da stable mais impactante dessa década no próximo show especial, o Battleground.

Todavia, Roman Reigns foi suspenso por um mês por violar a política de bem-estar da companhia. O que isso vai significar para ele e para a storyline que seria moldada nesse mês até o PPV?

O Battleground acontecerá no dia 24 de julho, a suspensão já terá acabado, mas o ex-WWE Champion perderá todos os shows até lá que seriam para o avanço da storyline (além de perder o Draft) o que a WWE fará a respeito? Ele voltará no show como se nada tivesse acontecido e com a mesma postura de sempre? Isso não pode acontecer! A punição foi justa e por mais que tenha atrapalhado, pode o ajudar de alguma maneira.

Veja também:  Na Teia do Aranha #71 - Busquem Conhecimento

Nesses próximos dias Roman pode usar para se aprimorar ainda mais, focando não no seu físico ou na sua ring-skill, mas sim no seu carisma e mic-skill que são tão essenciais quanto o que se pode fazer dentro do ringue e acreditem, está decente. A rivalidade continuará sem ele, mas ele pode mudar tudo com uma boa apresentação em seu retorno.

Dean e Seth já protagonizaram uma excelente rivalidade e farão isso novamente em cada show que com certeza será ainda melhor, o que ofuscará o terceiro elemento deste combate que estará fora por causa maior.

Roman então tem que voltar terrível, maléfico, endiabrado e todos os outros adjetivos de um vilão destruidor. A WWE tem que usar esse potencial dele e deixar com que Dean e Seth falem e ele se expresse no ringue, como uma segunda força dominante recente da WWE (atrás de Brock Lesnar). Em seus últimos combates no PPV isso já aconteceu, ele fez o papel heel dominante nos dois combates contra o AJ Styles e também contra o Seth Rollins. Porém, o Roman que luta não tem nada a ver com a sua personagem e a sua característica de quando não está lutando.

Veja também:  Na Teia do Aranha #71 - Busquem Conhecimento

Quando ele está com o microfone em mãos ele apenas fala coisas óbvias, as vezes até sem nexo, e nos presenteia com falas estúpidas (congrats, Dunn!) precisam passar a agressividade que ele possui enquanto luta para o microfone e se ele não consegue fazer isso sozinho… Temos Paul Heyman, temos Paul Ellering que voltou recentemente no NXT e até apostas fora desse círculo de managers consagrados.

Por exemplo, o Rusev quando chegou na WWE não falava absolutamente nada e hoje já chama a responsabilidade mais para ele, ao seu lado temos a incrível Lana e juntos são uma dupla muito, muito boa. Ele com a força bruta e a agressividade e ela… Ela.

The bout quickly spills out to the floor of the sold-out Prudential Center.

Não espero que o Roman vença no Battleground, ainda mais pelo fato dessa suspensão, mas o Summerslam se aproxima e com isso a possibilidade do Brock Lesnar lutar (logo após ter lutado no UFC), o que faz com que caso o ex-campeão do UFC tenha vencido em seu retorno ao octógono volte a WWE 10x mais temido do que ele já era e nisso entra na rematch da Wrestlemania que nunca teve o seu fim, Lesnar contra Reigns.

Tirando Roman desse foco do título mundial por hora e com uma vitória em cima de Lesnar (Sim, isso é essencial) ele possa voltar renovado e com a moral que ele nunca teve como competidor solo. Assim, acredito que ele venha a adquirir o respeito que lhe é negado.

Veja também:  Na Teia do Aranha #71 - Busquem Conhecimento

Obviamente continuarão pegando no pé dele e quando eu li uma das biografias de um dos meus favoritos, Mick Foley, ele disse que quando teve que atuar como heel em uma rivalidade contra The Rock ele precisava de algo para ficar “puto” e usou de uma memória pós-luta que ocorreu com eles: Foley e Rock tiveram um grande combate (não me recordo qual, no momento) e nos bastidores todos que lá estavam vieram parabenizá-lo, menos o seu oponente. Disso, Mick usou para ficar com raiva dele e para que assim a sua atuação ficasse convincente.

Roman Reigns pode captar o ódio pelo ar, algumas horas lendo o facebook e ele pode ver o quanto é “odiado” e pode usar dessa motivação contrária para melhorar sua personagem e ser um excelente heel, justificar todo o investimento que a WWE fez com ele nos últimos 4 anos.

E este foi mais um Pra Ser Sincero, espero que tenham gostado, não deixem de expressar as suas opiniões, se gostaram dos últimos desempenhos de Roman, se gostaram da punição e o que esperam dele em seu retorno e até a próxima semana!

Escrito por Gabriel Goto

18 anos, estudante de Letras, amante de Pro-Wrestling e outros bons meios de se contar uma história, escrevo o Pra Ser Sincero e o Wrestling Tales.

Deixe um Comentário

comentário(s)