in

Renee Young nunca se sentiu confortável como comentarista do RAW

Foi um ano muito estressante, disse Renee Young

Renee Young é uma das Superestrelas da WWE mais carismáticas e amadas pelos fãs. Graças a isso, e a sua grande habilidade de se comunicar, ela conseguiu ser entrevistadora dos bastidores do NXT, do RAW e do SmackDown, além de ter recebido seu próprio, e aposentado, programa exclusivo na WWE Network intitulado de “Unfiltered With Renee Young” e ter se tornado comentarista do aposentado show semanal WWE Superstars com Tom Phillips.

Mas nem tudo foi ótimo para Renee Young na WWE, visto que em setembro de 2018 os oficias decidiram dar uma chance para ela ser comentarista do RAW, substituindo Jonathan Coachman.

Renee Young como comentarista de um A-Show era algo que vários fãs já pediam. Entretanto, acabou não sendo uma boa ideia, pois muitos acabaram odiando e criticando bastante ela.

Renee Young permaneceu como comentarista do WWE RAW até o WWE Draft 2019 onde ela acabou sendo removida dessa função para tornar-se apresentadora do show semanal WWE Backstage.

Em uma recente entrevista ao Sports Illustrated Media Podcast, Renee Young revelou que nunca se sentiu confortável como comentarista do RAW. Confira abaixo o que ela disse:

“Eu nunca me senti confortável nesse trabalho. Foi um ano muito estressante, para ser sincera. Veja a situação: Estou na WWE, sou meio que a primeira mulher a ter esse papel, e obviamente, esse papel cresceu exponencialmente desde que tantas outras mulheres conseguiram a oportunidade de liderarem shows de entrevistas. Mas ao mesmo tempo, eu meio que sentia já ter feito tudo disso e pensava: ‘O que eu preciso fazer?’ Eu preciso fazer outra coisa. Eu não posso  mais apenas sentar aqui e fazer entrevistas nos bastidores. Eu preciso de algo novo.”

“Então, uma semana, Michael Cole e Triple H me disseram que eu seria comentarista do RAW a partir do próximo show. Eu fiquei tipo: ‘O quê? Por quê? Quem teve essa ideia?’ Com tudo, você reage como: ‘Tudo bem, essa oportunidade está na minha frente e eu vou dar uma chance para saber como será.’ Eu me considero muito talentosa para falar.”

“Eu sei dos altos e baixos do Wrestling. Eu sei que posso me dar bem nisso, ir lá e comentar três horas de Wrestling visto que meu histórico profissional inclui comandar shows. Eu gosto de ser capaz de ter mais borbulhante, pois é algo atrai mais os fãs, visto que a maioria deles prefere meu lado sarcástico no qual posso ser espertinha. É bem difícil fazer isso nos comentários, especialmente quando você tem Corey Graves que ótimo nisso. Estou acostumada em ser a pessoa principal. Estou acostumada a comandar o navio.”

“Então, ter Michael Cole e Corey Graves no ritmo deles foi algo que eu precisei me adaptar, o que foi estranho. Eu tentei, mas não funcionou, pois sempre senti que eu não falava necessariamente algo que acompanhasse o modo deles, e acabei sentido que me desviei do objetivo final por conta disso. E no topo de tudo, tentar comentar as lutas do meu marido enquanto ele ainda estava na WWE possuía vários fatores estranhos. Eu não estou tentando dar desculpas, mas isso não parecia certo para mim. Pessoas que se destacam nisso sabem que é um trabalho difícil. Para estar lá é necessário falar sobre pontos relevantes das lutas, sobre o retorno de alguém ou sobre o atual momento de alguém.”

Em outro momento da entrevista, Renee Young foi perguntada sobre se sentiu obrigada para trabalhar como a primeira comentarista feminina do RAW em tempo integral. Ela respondeu:

“No começo foi uma tentativa legal. Eu realmente desejei que funcionasse para mim. Eu queria fazer parte daquilo. Não ser capaz de ser boa em alguma coisa é algo difícil para mim. Eu queria ser capaz de comentar bons momentos das lutas, mas não consegui e acho que não era o que as pessoas esperavam de mim naquela função.”

Ainda durante sua função como comentarista do RAW, Renee Young foi severamente criticada pelos fãs. Em certo momento ela chegou a admitir via Twitter que não era boa como comentarista e que estava tentando fazer o melhor que podia, e novamente falou sobre isso na entrevista. Confira sua resposta abaixo:

“Uma vez que você se sente inseguro em algo, ela toma conta de você. Nesse momento é normal você dar de ombros, rir e dizer que está tudo bem, quando na verdade você está chorando com sua risada. Tudo começou a fluir porque na minha primeira vez como comentarista eu estava tão confiante. Graças a isso, eu me senti muito bem ao comentar e pensei: ‘Meu Deus, finalmente temos uma mulher comentarista.’ Todo mundo estava torcendo por mim e isso foi ótimo, mas nas semanas seguintes os fãs começaram a reclamar por não estarem gostando de uma voz feminina nos comentários e outros motivos. Então, sim, foi difícil ignorar a insegurança algumas vezes. Todo mundo quer ser bom no que faz, e quando dão um passo em falso, há uma ladeira escorregadia bem em frente.”

Após mais de um ano na mesa dos comentaristas do RAW, o WWE Backstage foi criado em parceria com a FOX e serviu como uma escapatória para Renee Young, pois ela foi escolhida como apresentadora do programa. Quanto a isso, ela falou o seguinte:

“Eu acho que as coisas estavam se ajustando. Eu acho que assim que a parceria entre a WWE e a FOX se tornou realidade, eu comecei a acreditar que seria escolhida para apresentar esse novo programa, pois sempre achei que faria mais sentido me ter lá nessa função. Acho que foi simples assim.”

“Acho que comentar serviu apenas para esperar e pensar: ‘Certo, posso fazer isso? Estou livre para algo novo agora? Deixem-me ir, pelo amor de Deus!’ Uma vez que as mudanças no RAW e no SmackDown foram anunciadas, eu sabia que eles iriam fazer alterações nas equipes de comentaristas dos shows. Então, essa foi a hora perfeita para me tirarem de lá.”

O WWE Backstage é um programa exclusivo da FOX em parceria com a WWE e é transmitido toda terça-feira no canal americano Fox Sports 1 (FS1). Continue ligado no Wrestlemaníacos para mais informações.

Veja também:  SmarkDown! - Antevisão: AEW Full Gear

Agradecemos ao Sports Illustrated Media Podcast por terem disponibilizado o áudio da entrevista com Renee Young na Internet e também agradecemos ao site Wrestling Inc por ter transcrito a entrevista.

Um comentário

Deixar uma resposta
  1. A Renee Young como comentarista do RAW era algo que eu particularmente queria, mas não saiu como esperado. Eu já achava que ela ficava meio calada porque não conseguia acompanhar o ritmo e por não ser a comentarista principal e fico até feliz em ela ter admitido que era realmente por isso.

    Quanto aos fãs que a criticavam, achei bem desnecessário. Ok, vocês não gostam, já falaram uma vez, mas não há necessidade de encher o saco dela o tempo todo falando disso. A culpa toda é a da WWE, que decidiu colocar ela como comentarista sem perguntar se ela queria ou sem ter feito um teste antes para saber se ela daria conta de um show de 3 horas.

    Enfim, espero que o WWE Backstage realmente funcione para que o público possa ver que a Renee Young é ótima comandando o show no seu próprio ritmo, e também espero que um dia a WWE decida reviver o Unfiltered, pois era bem legal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WWE RAW Seth Rollins

Spoilers: WWE RAW – 11/11/2019

SmarkDown! – Antevisão: AEW Full Gear