in ,

Na Teia do Aranha #69 – Respeito

Uma Reflexão Profunda

Salve, meu povo! Mais um ano se inicia neste espaço (atrasado, mas ok), falando de um tema que pulou na internet no dia de hoje, e que não poderia deixar de dar uma palavra, especialmente por conta de algumas reações controversas e a falta de uma coisa importante para todos nós: Respeito.

Leiam, reflitam e não esqueçam de deixarem seus comentários e sugerirem outros temas para os próximos textos, ok?

Uma Reflexão Profunda

Sim, essa é o meu primeiro texto do ano de 2017. Sim, deveria ter saído mais cedo, mas a correria da vida não me permitiu. Definitivamente, não queria estar voltando a esse assunto de novo, mais uma vez, novamente. E, sim, falaremos mais uma vez sobre respeito dos fãs, mas em um âmbito bem mais sério do que o que já foi exposto por aqui, pois um fato que aconteceu exatamente na data em que escrevo (17-03-2017) – e que já aconteceu outras vezes – nos leva a esse pensamento.

Pra quem não viu ainda (e, se depender do Wrestlemaníacos, não verá), foram publicadas no dia de hoje algumas fotos e vídeos da lutadora da WWE Paige (que se recupera de uma  cirurgia pós-lesão, que dura um longo tempo, aliada a uma ‘geladeira’ de leve que vem recebendo da empresa) com nudez e sexo explícito. Em um dos vídeos se percebe que uma das pessoas que transa com ela é Brad Maddox, ex-lutador da WWE demitido em 2015.

Acredito em um mundo em que podemos viver, dentro das prerrogativas legais, com harmonia e paz. E, sinceramente, os vídeos e fotos que ela tirou não são o problema, pois muitas pessoas (até algumas bem próximas de vocês, quem sabe até vocês mesmos) são adeptas do “sexting”, que é a expressão usada pra significar a divulgação de conteúdo erótico, de cunho pessoal, através dos celulares. Além disso, vivemos em um país em que essa prática, feita de modo privado, não traz problema algum a ninguém, incluindo os interessados naquele material íntimo.

Veja também:  Cobertura: RAW - 05/11/2018

O que me incomodou mais nem foi o vazamento em si – que, caso feito por outra pessoa, configura em uma prática nefasta do ponto de vista relacional – , mas o modo como os fãs reagiram ao vazamento desse conteúdo. Exatamente aquelas pessoas que deveriam respeitar a vida privada do atleta são aqueles que mais fizeram estardalhaço (e ainda fazem, contando que o fato gerador da situação aconteceu na data que o texto é produzido). As reações foram as mais sem noção possíveis, desde chamados vazios para transarem com a lutadora feitos por moleques de 14, 15 anos, até opiniões como: “A culpa disso tudo é dela, porque transou com o cara e deixou. Se fosse mulher direita, não faria isso” ou “Ela é gostosa, tem que mostrar mesmo”.

A partir de opiniões tão… tão… qualquer coisa, vamos a alguns questionamentos básicos: e se fosse a mãe de vocês? A irmã de vocês? A namorada/noiva/ficante/esposa de vocês? Haveria essa mesma condescendência? Se acontecesse algo desse naipe de humilhação com alguma pessoa conhecida sua, a atitude de, não só visualizar, mas de compartilhar, seria a mesma? (OBS: até o momento, um dos sites ilegais que estavam compartilhando esse material já possuía quase 500.000 downloads feitos – isso em questão de horas!) Pra informação, o Código Penal Brasileiro, em seus artigos 139 e 140,  já prevê esse tipo de atitude de difamação (gerando fato ofensivo a reputação de outra pessoa) e injúria (ofensa à dignidade) em seus escritos, com penas que variam de 1 mês a 1 ano de cadeia, e multa. Sem contar que qualquer crime à honra, é previsto no Tribunal Penal Internacional. Ou seja, quem grita pelas redes sociais pedindo este tipo de conteúdo, compartilhando e incitando os outros a fazerem o mesmo, falando palavras de baixo calão ou ofensivas, é tão errado quanto aqueles que foram os autores deste vazamento de material, e pode sofrer sanções legais (mesmo sendo menor de idade também – é, garotão, não escaparás tão facilmente).

Veja também:  Cobertura: NXT - 07/11/2018

Para além, nem falamos no princípio mais importante, que supera qualquer legislação ou reclamação: a do respeito à intimidade do próximo. Se você é alguém que veio a esse site, na data de hoje, esperando que tivesse uma grande matéria de capa estampando nossa página principal, com uma horda de links de vídeos e fotos de nudez, queria te dizer que veio ao lugar errado. Felizmente, aprendemos com o passar do tempo que, acima de qualquer clickbait ou mão de punheta nervosa, o respeito a quem aproveita o material que postamos aqui tem e precisa prevalecer. Esse pensamento e política é o que nos conduz, a passos largos, como o melhor site de conteúdo relativo a luta livre profissional do país.

Faço um apelo, no final desse escrito, a dois tipos de público. Primeiro, aos fãs de pro wrestling: por favor, se vocês querem sexo, procurem com pessoas que realmente querem isso, com carinho e consideração a seu (sua) companheiro (a) e, tenho certeza de que terão a melhor transa do universo. Mas, não consumam nem compartilhem, muito menos incitem o consumo de um material trazido à tona na base da ilegalidade e da falta de respeito. Isso só prejudica o universo (já tão deteriorado em muitos casos) dos fãs do esporte.

Veja também:  Cobertura: SmackDown Live - 06/11/2018

O outro apelo é aos donos de sites, blogs, vlogs, redes sociais e outros produtores de conteúdo sobre luta livre: estimulem seus públicos ao respeito. Essa é a palavra de ordem e não me canso de repetí-la: respeito. Se vivermos só de clickbait, achando que isso nos fará melhores que os outros, ou temos a página de internet que mais bomba, temo lhe dizer que você deveria parar de fazer qualquer conteúdo, tomar vergonha na cara e, depois que aprender a ser um humano melhor, volte e produza um conteúdo diferenciado.

Nós, de todas as mídias do Wrestlemaníacos, repudiamos todo e qualquer modo de degradação ao ser humano. Queremos ver o esporte crescer, sem pisar e/ou humilhar ninguém. Apenas, propagar aquilo pelo qual somos maníacos e corre em nossas veias: a pura arte da luta livre.

45 Comentários

Deixar uma resposta
  1. Muito bom!
    Fiquei realmente triste com umas páginas muito boas sobre Wrestling postar todo o “conteúdo” numa matéria. Me pergunto o que se passa na cabeça deles. Sites que se dizem aliados ao próprio Wrestlemaníacos. Acabei por descurtir todos.
    Amei o texto

    • Obrigado, Ômega. Às vezes, precisamos olhar para dentro e entender o que se passa pra poder caminhar, mesmo que, para isso, se precise dar esses cortes como fez.

  2. Ótimo texto
    Hoje me senti agoniada com os comentários horríveisobre sobre o assunto é até mesmo fui ofendida por defende a Paige de uma coisa que todo mundo faz
    Ou deveria fazer já que alguns fãs de Wrestling não fazem

    • Obrigado, Daiana. Isso vai de encontro não somente ao que nosso público feminino representa, mas o que o público que quer ver conteúdo relevante representa.

    • Então, deixa eu te explicar uma coisa bem simples, pois o resto, só converso contigo no momento em que passar seus contatos e conversarmos ao vivo e a cores (não sou fã de machão por trás do teclado do computador):

      Toda vez que se escreve um texto, você tem que parar e pesquisar as fontes que reportaram essa notícia. Não precisei ver uma foto ou um segundo do vídeo pra saber quais os envolvidos, pois vários veículos internacionais e nacionais falaram sobre os envolvidos nos vídeos.

      Qualquer outra dúvida desse porte sem educação, só será respondida nos termos explanados no primeiro parágrafo do texto. Isto que é respeito pelo que comentou, heim?

      • OK então. Tudo bem. Vamos só fingir que este site não teve que recorrer aos sweetlicious moments para ter views e se afirmar na internet. Sempre com respeito pelas mulheres aqui envolvidas nessa materia. Se não querem publicar não o façam e acho bem que não façam. só não precisam se achar melhores e mais respeitadores das mulheres que os outros. Porque na verdade não o foram durante bastante tempo.

        • Você quer comparar o SM com FOTOS ROUBADAS? É isso que entendi? Primeiro, nunca precisamos de coisa do tipo para nos firmamos na internet, estamos desde 2008 aqui e sendo reconhecido pelo nosso trabalho sério, pesquise mais sobre nossa história na blogosfera antes de falar asneira. Segundo, o SM era um quadro com momentos dentro do ringue, não de fotos roubadas e particulares de lutadores. Terceiro, ainda bem que nossa mente está sempre em evolução não é mesmo? Porque assim acabamos com um quadro fútil (que tinha fotos tanto de lutadores ou lutadoras) e que eu postava sem regularidade. Hoje somos adultos o bastante para não ferir nenhum regra, tanto que acabamos com pirataria e com esse quadro.

        • Querido, o SM foi um quadro de 3, 4 anos atrás, que foi excluído do site até porque o tempo amadurece as pessoas e aprendemos com os equívocos, o que não acontece com boa parte das pessoas dessa dita “blogosfera”, que querem acusar com fatos furados.

          Ninguém disse que nunca erramos, até porque, só estamos no topo da cadeia, é porque erramos muito e aprendemos ainda mais. Agora, o que vivemos não é um passado que você tenta desenterrar, mas o presente. Se você quiser, até criamos um museu pra contar a história do portal/site/blog/#voltafórum. Porém, não é de passado que queremos viver.

          Apenas damos o alerta para que outros sites que tem muito potencial não caiam nos erros de um passado remoto, que somente quem ainda quer inflamar um discurso de ódio, ainda quer desenterrar. E, parafraseando Carlos Valladares, “esporte é vida, drogas é morte. Dê mais vida pros seus filhos” #Paz

  3. disse tudo ???????? Respeito em primeiro lugar . Ela não fez nada que ninguém não faria … hipocrisia das pessoas criticar ou falar dela como se ela fosse uma qualquer .isso que aconteceu com ela foi serio , e eu estou na torcida para que os culpados sejam encontrados e punidos ! E espero que Paige supere isso é saia por cima , ela é maior que isso tudo!!!

    • Andressa, sexo não é, nunca foi e nunca será errado. É natural, biológico e saudável pra todas as partes envolvidas. A falta de respeito com a privacidade das pessoas nesse momento é que, definitivamente, não é.

    • Qualquer outra dúvida desse porte sem educação, só será respondida nos termos explanados no primeiro parágrafo da primeira resposta. Isto que é respeito pelo que comentou, heim?

  4. Como a única mulher a ter uma coluna aqui no blog, eu te agradeço caro João. Você mostrou em um texto simples e muito conciso, como em poucos momentos as pessoas se mostram bastante hipócritas sobre o seu fanatismo e como a sociedade é muito preconceituosa e bastante hipócrita em relação as coisas que as pessoas fazem ou deixam de fazer. Se não se importa, eu gostaria de usar o seu texto de base para a minha coluna amanhã, tudo bem?

    • Agradeço a consideração, querida. E fique à vontade pra usar de meu texto pra escrever sobre o que achar necessário. Acredito que nesse tema, você tem muito mais gabarito do que eu pra escrever qualquer coisa.

  5. Nudes e vídeos “vazaram”, a mina foi exposta e tal. Erro do casal envolvido em gravar numa época onde pessoas são constantemente vigiadas (alô Snowden); Esse não é o primeiro caso e nem será o último.

    Aconteceu algo parecido com isso uns dois ou três anos atrás, quando um erro do iCloud foi explorado por alguns hackers que acharam fotos de celebridades. Fica inclusive a lição para os coleguinhas: “NÃO FILMEM SEXO/TIREM NUDES SE VOCÊ NÃO É UM PROFISSIONAL DA ÁREA”. Posto isso, podemos continuar para o cerne da questão.

    A indústria do clickbait é terrível, de fato. É lógico que iriam capitalizar em cima disso e temos visto uma situação muito chata, onde sites e blogs estão tentando tirar uns trocados as custas disso. Lamentável. Embora momentos pessoais sejam pessoais, tenho muita estima por este site, seus idealizadores e pela conduta “profissional” de muitos aqui. O texto foi muitíssimo bem colocado, Aranha. Não esperava menos de você. Não esperava menos do Wrestlemaníacos.

    Efusivos abraços ursídeos,

    • Sim, Leon. Entendo até a sua colocação, visto a falta de proteção que a galera anda tendo nesses tempos. Mas se as pessoas se privarem de atos que, em sua origem e execução padrão, não infringem a nenhuma lei, viveremos tempos de mordaça. E muitos querem impôr essa mordaça sem limite algum.

      E obrigado pelos elogios.

  6. Galera não aprende, não quer ter nudes vazados não tenha nudes, simples assim, não adianta chorar depois. Uma coisa é ser gravado sem consentimento, mas a partir do momento em que você grava ou da a permissão de gravar, tenha em consciência que há uma chance de cair na internet, e uma vez que caia na internet já era. Eu acho errado e condeno esse tipo de vazamento na internet sim, mas uma vez que tenha vazado já era. O dano foi feito e é irreversível, esse texto não ajuda em nada pois quem não sabia desses nudes agora sabe, galera vai refletir porra nenhuma, vão tudo atras desses nudes ai.

    A única atitude que é realmente repugnante é querer ir esfregar os nudes na cara dela, ou usa-los pra provoca-la e humilha-la ainda mais. Deixa a menina em paz, vai la, aproveita os nudes, compartilha com os amiguinhos, o certo é nem comentar isso pra ela, causar mais danos emocionais a ela pra que? Isso sim é ser imbecil.

    • Ryuran, é aí que você se engana, pois é a partir de reflexões como essa, na velocidade do raciocínio de cada um, que esse quadro pode e deve mudar. E o “cair na internet, já era” só é uma realidade porque tem pessoas que fazem esse espalhamento de informação.

      E ainda insistimos em pensar que “se não quer nada divulgado, não grave”, como se anular um desejo nosso fosse garantia de pacifismo digital. Pensar assim nos leva a entender que nós não temos autocontrole e respeito suficiente pra entender o caso e apontar dedos pros outros, porque “tá na net”. Estamos em 2017, e esse pensamento retrógrado tem que parar. Ninguém é anjinho, mas ninguém pode ter os seus direitos negados.

  7. Sou formado em Direito e nunca, jamais, crimes contra a dignidade humana se encaixam nesse contexto de download de conteúdo pornográfico de qualquer tipo na internet, não há de forma alguma injuria ou difamação, apenas compartilhamento de fotos e vídeos íntimos sem autorização da pessoal podem ser considerados crime neste assunto e isto está na Lei 12.737/12, mas isto no Brasil, você deveria ler um pouco de Direito Penal antes de qualquer tipo de argumentação usando tal matéria, recomendo Fernando Capez e Rogerio Grego.

    • Oi, meu amigo sem nome. Eu fui até a Lei Carolina Dieckmann pra pesquisar também, mas o foco da conversa não ficou somente na questão do audiovisual, mas nos modos das pessoas que compartilharam esse conteúdo, com o intuito de difamação da pessoa. E como em algumas jurisprudências que li, havia a correlação entre as duas normativas, fiz o elo, por entender a mesma coisa do que foi lido e pesquisado. Mas, agradeço a observação e aprofundarei a pesquisa.

  8. Parabéns pelo texto, virei seu fã. Também mim incomodou ver esses comentários hipocritas nos outros sites, por pessoas que se acham no direito de julga-la por somente está transando, algo que todos fazem.

    • Exatamente, Brito. Mais do que a questão do sexo, é a questão do respeito à privacidade em cima de material não autorizado. Obrigado pelo elogio.

  9. hoje em dia tem muita criança vendo pornô e acaba vazando e os pais nem aí
    hoje mesmo falaram que a Kaitlyn pode ser a próxima vítima desses vazamentos
    se isso for algum porn revenge (vingança pornô), vai dar uma merda federal
    enfim, foi um bom artigo e que seja o último sobre esse assunto de vazamento

    • Obrigado pelo comentário, Marcello.

      Também espero que seja o último, mas acho muitod difícil, até por conta de alguns comentários que li por aqui.

  10. quanta hipocrisia em um artigo como se ela fosse inocente não sabia o que estava fazendo primeiro o simples fato dela ter se deixado gravar com o madoxx e com o Xavier demonstra que ela sabia muito bem o que estava fazendo é uma exibicionista profissional segundo querer bancar o paladino da justiça e querer que ninguém veja as fotos e videos o coloca como um ditador que quer mandar na vida dos outros, e para finalizar eu vi a foto vi os videos e não achei nada de+ nem por isso venho aqui bancar o paladino da justiça querendo impor o que os outros devem ou não fazer agora sobre o vazamento é como eu digo se não quer problemas NÃO GRAVE coisas de cunho pessoal pois uma hora algo como isso iria acontecer. só não venha por a paige como a madre Tereza de Calcutá isso é ridículo.

    • Prezado anônimo.

      Nunca, em nenhum momento, disse que ela era inocente. Até porque não há nenhum crime em transar – se quisessem, podiam fazer uma orgia no meio do ringue, que não seria problema nosso. O problema é que algo que deveria ser restrito, com a garantia de sigilo e anonimato (coisa que até aqui garantimos – olha aí o seu nick que não deixa mentir), não teve esse tratamento e a coisa se espalhou, sem a menor consideração com quem está sendo filmado.

      E, por favor, não venha com essa de que “se não quer nada divulgado, não grave”. É a garantia de que nós não temos autocontrole e respeito suficiente pra entender o caso e apontar dedos pros outros, porque “tá na net”. Estamos em 2017, e esse pensamento retrógrado tem que parar. Ninguém é anjinho, mas ninguém pode ter os seus direitos negados.

  11. Ótimo artigo e mostra q o pessoal desse site se importa em trazer um ótimo conteúdo do pro wrestling
    É não coisas desses tipos q aconteceu com Paige q é uma das minhas lutadora q eu mais aprecio de ver lutando

  12. Bom artigo, só faço algumas considerações:
    1) Não vi tanta comoção nem solidariedade com relação ao Seth Rollins ou ao Hulk Hogan, sendo que o Hulkster quase foi crucificado e chegou a ser demitido pelo que disse no vídeo (sendo que o cara sequer sabia que estava sendo filmado, bem diferente da Paige). Pra mim, isso são dois pesos e duas medidas.
    2) Toda a postura de vítima dela vai por água abaixo a partir do momento em que uma das fotos mostra ela esfregando esperma no cinturão do NXT. Não dá pra exigir respeito se você não o tem. O cinturão nunca foi propriedade dela, mas da empresa. É uma peça que contém um simbolismo e pela qual várias atletas lutam diariamente. A atitude dela foi, no mínimo grosseira e, apenas por aquela foto, ela merece punição, sim.
    3) Se não quer correr esse risco, não o faça. Caramba, não foi o primeiro e provavelmente não será o último caso de fotos e vídeos íntimos que caem na net, então, pra que continuar dando chance ao azar? Tem tara por filmar enquanto transa? Beleza, filma, então, grava um dvd ou cd-rom e apaga a porcaria do vídeo do computador. Não existe mais essa de privacidade na net, ainda mais na nuvem. Um pouco de cuidado não faz mal a ninguém.

    • Minhas considerações:
      1) Pois é, rapaz. Mas são coisas desse tipo que nos fizeram repensar nossos conceitos sobre o tipo de conteúdo que colocamos aqui no site. A administração do site e nós que colaboramos discutimos muito sobre esse tipo de conteúdo e, a partir de alguns casos que ocorreram (incluíndo a Dana Brooke, que caiu numa história de nudes também), além de algumas reclamações muito bem fundadas do público do site, em todas suas mídias sociais, decidimos, desde então, a não colocar esse tipo de conteúdo não permitido pela pessoa a qual foi filmada/fotografada. Os dois pesos e duas medidas seriam usados se falássemos a nossa postura de agora e fizéssemos exatamente o contrário agora. Mas, falamos de reflexão e desenvolvimento de postura ética aqui. E vocês, que são o nosso público, tem direito de conversar com a gente e reclamar de alguma postura do site.

      2) Ninguém nunca falou que ela foi ou é vítima por conta de um ato de desrespeito a um símbolo da empresa, mas o foco do problema é a falta de empatia e respeito diante de um material não autorizado e divulgado sem o menor pudor, como se fosse algo corriqueiro e trivial passar por cima dos direitos das pessoas. Se ela fez outras coisas para além disso, que configuram desrespeito a alguma outra coisa, não era o foco do que foi escrito.

      3) Devemos ter muito cuidado com esse pensamento altamente retrógrado de que “se não quer nada divulgado, não grave”. É como se assinássemos um atestado de falta de autocontrole e respeito no entendimento do caso, apontando dedos pros outros, simplesmente porque “tá na net”. Estamos em 2017, e esse pensamento precisa parar. Ninguém é anjinho, mas ninguém pode ter os seus direitos negados.

  13. Como de costume, mais um ótimo texto João. Parabéns!
    Infelizmente o machismo ainda é grande e tive que escutar muita besteiras como que o “erro foi dela”, “ela liberou as fotos para tentar ter algum foco” etc…. As pessoas só sabem julgar e ofender, sem o mínimo de empatia pelo próximo.

    • Obrigado pelo comentário, Conrado. Essa é uma das palavras de ordem que devemos ter: empatia. Sem isso, nenhum tipo de relação humana vai pra frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Alexa Bliss

Oficias da WWE não estão felizes com Alexa Bliss

Kurt Angle

Kurt Angle dá pistas sobre seu futuro