in

Tudo sobre o conflito entre WWE e Arábia Saudita após o Crown Jewel 2019

Questão financeira teria sido motivo para atraso no vôo de funcionários da empresa

O jornalista Dave Meltzer reportou hoje que os talentos da WWE estão com problemas para retornar aos Estados Unidos após o show realizado na Arábia Saudita. Um vôo já havia sido liberado, mas apenas 20 pessoas, sendo 12 lutadores, foram autorizados a embarcar, e um segundo vôo teria acabado de ser liberado. Porém, ainda há funcionários e atletas presos na região.

De nota, sabe-se que Vince McMahon, Brock Lesnar e Hulk Hogan já voltaram para casa, já que os três utilizam jatos particulares. Rumores falam que Vince pode ter tido um desentendimento com as autoridades da Arábia Saudita, e essa situação seria uma retaliação. Entretanto, Mike Johnson, do PWInsider, afirma que trata-se apenas de um problema técnico, e confirmou a informação de que um vôo com alguns atletas já havia sido liberado. Ryan Satin, do Pro Wrestling Sheet, informou há alguns minutos que um segundo vôo decolou, mas que ainda há talentos aguardando para serem liberados.

Paralelamente, a WWE tem um show nesta sexta em Buffalo, Nova York. Um vôo de Nova York a Rihad, capital da Arábia, dura cerca de 14 horas. Com isso, é pouco provável que os funcionários presos tenham alguma participação neste show, que está colocado em cheque e terá de ser completamente alterado.

Veja também:  Card final: WWE Crown Jewel 2019

UPDATE

O ex-narrador da WWE e atual narrador da língua espanhola da AEW Hugo Savinovich, relatou em uma transmissão para seu Facebook que a situação envolvendo o atraso no vôo dos funcionários da WWE na Arábia Saudita não teria se tratado de um simples problema mecânico, e sim uma retaliação de um príncipe árabe devido a um conflito com Vince McMahon.

Savinovich relata que a situação começou quando os árabes não teriam pagado uma quantia prevista para a WWE, o que teria irritado Vince McMahon, que teria decidido ordenar que a transmissão para os árabes fosse cortada. Hugo detalha que este teria sido o segundo show que os árabes não teriam pago qualquer valor à WWE. Há relatos de que o show teria tido a transmissão atrasada em uma hora no país.

O príncipe árabe, em retaliação, teria então proibido que o vôo dos funcionários da empresa decolasse. É dito que os talentos foram proibidos de sair do hotel onde estavam, mas que poderiam pedir o que quisessem no serviço de quarto. Brock Lesnar não teria tido qualquer problema, pois viajou utilizando um jato particular, e por isso estava nos Estados Unidos para participar do Smackdown normalmente.

Veja também:  BWF fecha com a SFT e estreia na Band em dezembro

Além da informação dada por Savinovich, há a informação dada pelo Jornalista Dave Meltzer de que a WWE estaria buscando filmar talentos da empresa confirmando que toda a situação se deu devido a problemas técnicos, de modo a tentar minimizar os problemas entre empresa e os Sauditas. Tal atitude é vista como estranha pelo jornalista.

O futuro da relação entre WWE e Arábia é incerto, e nota-se pelos Twitters dos lutadores da empresa uma enorme insatisfação com toda a situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Card final: WWE Crown Jewel 2019

SmarkDown! – Wrestling e Twitter