in

Veja como foi a estreia de CM Punk no WWE Backstage

Renne Young entrevistou o ex-lutador

Ontem foi um dia esperado pelos fãs de pro-wrestling. Isso porque depois de anos, CM Punk voltou a ter envolvimento mais direto com o esporte que ele dizia ser seu vício.
Pela Fox Sports americana, CM Punk fez sua estreia no WWE Backstage, programa da Fox.
CM Punk comentou sobre diversos assuntos, e claro sobre voltar aos ringues da WWE. Perguntando pela colega de trabalho, Renne Young, CM Punk revelou que no momento não pensa em voltar a lutar pela WWE e que nem sentou com ninguém da empresa, mas ao mesmo tempo não descarta a ideia futuramente:
“Eu não conversei com ninguém na WWE. Não é nada que eu busque ou interesse hoje, mas tenho 41 anos e vivi uma vida experiente onde sei não dizer não, mas será uma ponte que precisará ser construída e pode levar o tempo que foi necessário para construir a Grande Muralha da China, porque há alguns obstáculos.
O retorno de Punk indiretamente a WWE já anda incomodando pessoas dentro da empresa, sem citar nomes Punk disse que “acha que não há muitas pessoas felizes, que deve haver muitas pessoas nervosas por aí”.
Após seu primeiro episódio no WWE Backstage, CM Punk brincou dizendo que também pode ser seu último. CM Punk se mostrou bem honesto e duro com suas opiniões pessoais a ponto de achar que não tinha certeza que estava fazendo tudo permitido:

“Nem sei mais se tenho emprego. Você não pode jurar [seguir as regras]. Assim, você não pode fazer algumas coisas – mas me sinto ótimo porque tenho que ser eu mesmo e ser totalmente honesto, e é isso que sou. É assim que esse programa vai ser.

CM Punk mostrou dessa honestidade ao falar sobre o segmento em que King Corbin anunciou um mascote de cachorro na semana passada no SmackDown com música de entrada de Roman Reigns acompanhada de latidos de chihuahua:

“Isso é algo que quanto menos falar sobre isso, é melhor. Isso me faz reconsiderar fazer esse show. Você gostou? Você não pode defender isso. A criatividade disso foi ruim. Na verdade eu não sei nada sobre o Corbin. Ele é um dos caras novos que eu preciso dar uma olhada, mas isso foi algo ruim. O que pensei disso? Lixo.

Sobre a Fox, CM Punk disse que seu trabalho no WWE Backstage não existia seis meses atrás, muito menos seis anos atrás. Ele disse que alguém lhe deu a ideia e admitiu que poderia ser interessante e “meio que virou uma bola de neve”.
CM Punk disse que o pro-wrestling e o que ele está fazendo [trabalho na Fox] são duas coisas totalmente diferentes. Ele não tem um relacionamento com a WWE. É estritamente ele e a FOX “e essa é uma dinâmica muito interessante”. Ele não é funcionário da WWE e por isso pode “criticar o produto”.CM Punk disse que talvez essa seja uma maneira de “se encontrar no negócio novamente”. Ele disse que quer ser a voz dos que não têm voz. Ele não será punido por falar o que pensa como se estivesse sob contrato da WWE.

Veja também:  Nikki Cross renova com a WWE

Punk revelou que  “dominou” o pro-wrestling e agora mudou para uma nova e emocionante aventura no WWE Backstage.

“Estou em um ponto da minha vida em que posso escolher o que faço e não preciso trabalhar com idiotas, é uma loucura”.
CM Punk não estará toda semana no WWE Backstage, mas pela sua participação ontem, os fãs vão esperar ansiosos para ver o ex-lutador mais um vez nos microfones da Fox.
Abaixo você pode conferir a entrevista completa:
https://www.youtube.com/watch?v=KbatakWJKnI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Kenny Omega defende seu título no AEW Dark