WWE Conclusions #4: E os substitutos?

conclusions2

Olá, pessoal! Saudades? Pois é, voltei! Finalmente estou de volta a fazer esse texto que tanto gosto. Antes de mais nada, já peço para que comentem, discutem, compartilhem vossas opiniões sobre o texto ou sobre o assunto que será abordado, é importante para nós (escritores) que tenhamos o feedback de nossos leitores, pra saber como tem sido o andamento dos nossos textos, e pra tentar melhorar em qualidade a cada texto apresentado, e também, na base da discussão, nos ajudar a aprender mais sobre o conteúdo, afinal também estamos aqui para aprender.

Hoje tratarei de um assunto que tem sido bastante comentado atualmente, que são as lesões de diversos wrestlers, mas sem ficar entrando nos detalhes sobre eles, tentarei mostrar, sob uma perspectiva pessoal, um caminho bastante viável que poderia facilmente ser explorado pela WWE para driblar todos os acontecimentos recentes envolvendo o número de lutadores fora de ação por razões médicas.

Então, cliquem no “Leia Mais” abaixo e vamos ao que interessa.

Está mais do que explícito por diversos blogs e revistas de notícias sobre Wrestling, que a vida de um profissional da WWE, pelo menos nos backstages, não é das melhores, isto foi um dos motivos da saída de CM Punk da empresa. Mesmo assim, com todos esses acontecimentos, é bem difícil imaginar uma realidade onde o ambiente de trabalho da WWE seja um dos melhores, exceto para aqueles que não são os escolhidos, então, devo descartar logo esta opção.

A verdade de tudo é: a WWE está colhendo do próprio mal que ela plantou. Isto é, se há poucos lutadores para substituir os Main Eventers é porque ela não preparou estes lutadores. Vou lhes dar um exemplo. Aos amantes de esportes em geral, quando um time (não importa se seja futebol, football, basquete, etc), que briga para ser um dos líderes da sua liga, perde alguns de seus jogadores titulares, o que se espera para que eles possam continuar o bom momento? A resposta é bastante óbvia: Espera-se que o time tenha reservas capazes de render algo suficiente para manter o time numa posição confortável até que os titulares possam retornar.

wmcos

Ok, wrestling é diferente, mas a essência é bastante comparável. A grande diferença é que nos esportes onde haja competição é necessário que haja treino. No wrestling, destacando-se ainda mais a WWE, é necessário que o tal “substituto” seja alguém que possua de certa forma algum momento, isto é, é necessário que a gimmick esteja preparada para o up. E quem seriam os “substitutos”? Isto é muito claro, são aqueles que chamamos de Upper Midcarders, para quem não sabe, são aqueles que não podem ser chamados de Main Eventer, mas estão longe de ser um Midcarder. Midcarders seriam wrestlers como Usos, Tyler Breeze, até Neville, eu diria.

Kevin Owens, Ryback e Rusev talvez sejam, hoje, os melhores exemplos que temos de Upper Midcarders, mas quais deles estão preparados para suplantar as vagas de Rollins, Cena, Orton? Apenas Owens. E por preparado, eu não digo ter talento, mas sim com um momento sólido e uma gimmick bem construída, coisa que Rusev, por exemplo, não tem há algum tempo. Há também de se ter os substitutos para aqueles que entram como substitutos, e este é o grande problema.

Acaba que, semana após semana, vemos um show de 3 horas saturado por segmentos onde envolve apenas uma feud, bem construída, ok, mas que acaba “enchendo linguiça” pelo pouco conteúdo que a empresa pode apresentar para os fãs, devido ao limitado número de pessoas preparadas a ocupar esses espaços (dentro do kayfabe).

wmcos

Outro resultado é vermos que os planos iniciais de Cena combatendo Del Rio mudaram para Kalisto, ou seja, Kalisto é a reposição de Cena. E por que? É aí que quero chegar, o motivo pelo qual digitei tudo até aqui. Aqueles wrestlers que tanto adoramos e não sabemos o que fazem em um patamar tão baixo seriam as perfeitas opções para repor qualquer um dos espaços vazios, sejam os deixados pelos Main Eventers ou pelos Uppers.

Enquanto vemos um Kalisto a combater pelo United States Championship, vemos Cody Rhodes, sob a gimmick de Stardust (que embora seja divertida e ele goste de interpretá-la, é muito pouco para seu potencial), numa feud sem nenhum hype contra Titus O’Neil, onde não ganha mais do que 5 minutos de show. Vemos também Dolph Ziggler servindo de jobber para a feud de Dean Ambrose vs Kevin Owens (que aliás, tem sido uma excelente feud). Outro que acho extremamente talentoso é Leo Kruger (atualmente sob o nome Adam Rose), sob uma gimmick extremamente estranha e em meio a mais 3 jobbers numa stable chamada Social Outcasts. Os exemplos ainda continuam, mas não vale apenas citar todos, né?

wmcos

A conclusão que podemos tirar disso é apenas repetir ao que disse num dos primeiros parágrafos deste artigo: a WWE está colhendo de seus próprios frutos. Lutadores tão talentosos como os que eu citei acabam estando em patamares inferiores àqueles que eles merecem, e seriam perfeitos pra quebrarem o galho. Cody, talvez, poderia ser até mais que isso, basta ver o seu desempenho durante os anos, nunca desempenhou mal o papel que foi dado a ele, mesmo que o papel fosse fraco e o denegrisse. Todos os seus pushes foram bem aproveitados: Legacy, o tag title com McIntyre, undashing, as brigas com Orton e a Authority que envolveu toda sua família, a feud contra seu irmão. Isso porque que é um bom lutador, tem um excelente desempenho no microfone e o ótimo acting que faz os Rhodes/Runnels bastante credíveis no mundo do pro-wrestling, é quase um all-arounder.

É por essas e outras que a WWE precisa rever os conceitos de formar um wrestler de topo, eu entendo que caras como Roman Reigns e Sheamus, mesmo não sendo os mais talentosos, podem sim ter sua oportunidade, mas não dá pra deixar passar aqueles que há muito tempo esperam e fazem por merecer o seu tão aguardado espaço.

É assim que vou deixando, galera. Como eu sempre digo, comentem, eu preciso repetir sempre, é muito importante, eu gosto muito de discutir com vocês sobre os temas, é a melhor forma de interação entre a gente. Deem críticas, mas, claro, sempre no bom humor, de forma que possa contribuir com o progresso deste que vos escreve. Até o próximo WWE Conclusions!

17 Comentários

Deixar uma resposta
    • Farei um post somente sobre ele no futuro. Mas eu discordo disto. Wyatt pode ser considerado um Main Eventer, já, não é qualquer um que vai ao WrestleMania enfrentar o Undertaker. Bray também é um caso a parte, nesse caso planejo especificar no post sobre ele. Obrigado pela sua opinião.

  1. Tbm Concordo com o q vc disse e eu espero q wwe respeite mais seus lutadores e espero q lutadores q tem um ótimo talento como Neville tenha seu espaço pra dar um show num grande ppv

  2. O interessante seria ver como a WWE vai bookar a wrestlemania sem seus Main Eventers, infelizmente a WWE vai trazer The Rock e Brock Lesnar pra lutarem e tudo vai girar em torno deles, mas do mesmo jeito surgiram buracos que a WWE vai ter que tapar e aí sim veremos lutadores mid carders tendo papel importante na wrestlemania

    • Infelizmente talvez isso não aconteça tanto. É claro que lutadores como Kevin Owens devem ter mais oportunidade pra aparecerem, e crescentes rumores ligam Owens a The Undertaker. Mas os caras como Ziggler, Rhodes, Barrett, etc, devem continuar jogados no plantel, o máximo que devem conseguir é uma match filler no midcard ou um pre-show.

  3. Qual problema com Kalisto? Não sei si intendi bem… Mais não achu ki seja um mal substituto de John Cena.. pra fala verdade achu um Otimo… achu mto boa as suas luta… um wrestle ki da espetáculo

    • Não tenho problema nenhum com o Kalisto, é o que eu disse, o problema não é o talento, é como o cara foi desenvolvido, como a gimmick dele foi construída, todos os fatores no mundo do Kayfabe, etc. Kalisto até então era um desconhecido na divisão de duplas e que só ganhou fama por um spot em uma luta que ele perdeu após uma feud estranhamente criada com segmentos horríveis que só provou a ineficiência na mic skill das atuais equipes na empresas que não tenham nome de New Day.

  4. o Cody é um perfeito exemplo do mal gerenciamento de gimmicks na WWE … cara, quem lembra aquele moonsault do topo da cage numa tag match não foi ? ele fez boas lutas quando ele era IC, naquela época o midcard estava num nível muito bom, agora existe um ABISMO ….entre as primeiras duas horas do show e o main event, que seria a parte final da última hora do show… e poderia perfeitamente receber um push, mas devido ao mal planejamento da gimmick dele, agora ele é um cara “estrelado”… muito pouco para o talento dele…

  5. Ba wwe deveria usar esse tempo q eles tem a5 o wrestlemani para se focar nos wrestler q ainda tem salvasao tipo dolph ,neville,stardust,kalisto,pq os superatars q eles distrurao a imagen em um ponto q o publico ve como jobers q nem fazen diferença tipo ,os social outcasts ,damien sandown ,the miz ,r truth q ja foram top heels e sao otimos lutadore ,jack swagger ,eles tem ainda mesmo estando desfalcado com as lesoes alguns talentos q se eles penssaren bem farian uma wrestlemania muito boa ,eles poderian fazer lutas de midcarders solo e deixaren eles mostrar suas abilidades por exemplo podian fazer dolph vs neville em uma luta de uns 25 minutos uma luta incriver com uma feud boa eles conseguem fazer isso so preferen nem tentar ,e fazer o bublico engolir uma luta chata tipo a main event da wm 31 q foi um lixo ,a wwe tem 4 novos talentos chegando e em vez de eles colocarem eles em feuds dentro da impresa provavelmente eles vao ir para o nxt nada contra mais acho q eles poderiao usar eles sem medo de botar eles em feuds grandiosas por exemplo colocar o doc gallows o karl andersson para disputar o titulo de teg em uma fatal 4 way seria muito bom ,ou o aj para disputar o wwe champion em uma feud envolvendo o roman eo kevin owens pq a wwe n iria deixar o roman de lado entao poderian colocar eles em triple treath ,e o shinsuke poderian botar ele em diverssas rivalidades como vs o dean ambrose ,ou brock ,ou ate se juntando com alguem contra a wyatt familli ,mas wwe parece q cada vez q eles tem a oportunidade de fazer uma coisa foda eles vao la e fazem o de sempre q n e incrivel e ja ta se tornando chato ,mas isso e so minha opiniao

  6. quando você fara a edição de numero cinco deste artigo estou começando a gostar no proximo artigo faz sobre o seth rollins e quem você acha que substituira o john cena como o top guy da wwe

  7. Eu acho que entendi o que tu queria passar no texto, e concordo que a WWE está pagando o preço que ela mesmo se propôs a pagar, temos lutadores talentosos mal aproveitados. Mas acredito que essa perda dos grandes ícones vão fazer eles repensarem e retrabalharem tudo que eles estão fazendo e ascender gente que merece estar na luta pelo topo, como o Kalisto. Claro que eu preferia ele entrando em um FEUD contra Del Rio onde tudo seria mais trabalhado, mas agora ele tem o cinturão, e poderemos ver ele mais bem trabalhado, e menos sub aproveitado na dupla com o Sin cara. Em outro texto gostaria que tu falasse sobre a divisão de duplas, que eu estou achando muito perdida, ou o fato de termos alguns lutadores com mais de 40 anos ainda tendo lutas na WWE.

  8. Acho que o cody é muito mal aproveitado,que a família waytt já está saturada, não entendo porque o Brook Lasner tem um espaço enorme dentro da WWE, e lutadores como cesaro,doph e Barret tem tão pouco espaço, considerando que eles são muito mais talentosos, o show está chato,só tem um feud,você prever facilmente o que irá acontecer,não tem nenhuma ação, a WretleMania está perto e nenhuma rivalidade boa ocorre,capaz de criar expectativa no público, na verdade o público só assiste pq são amantes de wrestler e porque são muito fãs da WWE, pois já faz 2 meses que nada empolga!!!!!

    • O pré-Royal Rumble costuma ser um período esquisito mesmo, sem muitas feuds porque não vão ter muitos combates, já que o enfoque é todo na propria RR. Isso é ruim que muitas vezes gera feuds curtas e sem desenvolvimento nenhum. Mas vale destacar, por exemplo, o grande trabalho que tá sendo feito na Divas Division, essa excelente feud entre Charlotte e Becky Lynch.

      Sobre a Wyatt Family, está saturado porque não dão nada de novo a eles, só os fazem ficar em feuds desnecessárias, curtas, sem desenvolvimento, jogam o Bray para um adversário qualquer, sem fundamento nenhum, e o mandam se virar numa explicação.

  9. Eu desisti de entender a questão do Stardust. Eu não sei o quanto rola ali a vontade do próprio Cody, porque a WWE ja perdeu vários bons momentos de trazer o Rhodes “de volta”. Ao meu ver, seria perfeito um MITB em que o Stardust fosse anunciado e ele chegasse como Cody…Bem construido o pessoal iria adorar, mesmo que ele não vencesse. A fase “Dashing” e a dele com a mascara de proteção no rosto para mim foram fora de série!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *