Presidente da iMPACT diz que WWE não tem interesse nos Broken Hardys

Em entrevista concedida recentemente o Presidente da iMPACT comenta a situação com os Hardys.

A batalha entre os Hardys e Anthem Entertainment (iMPACT Wrestling) sobre a propriedade da gimmick “Broken” ainda não foi ao tribunal de direito, mas, continua na cabeça dos fãs de wrestling e na opinião pública.

Recentemente, o presidente da iMPACT Wrestling Ed Nordholm falou sobre o assunto em uma entrevista ao vivo, a John Pollock.

 

Durante a conversa, Nordholm discute a situação através de um panorama geral, e acredita ser de propriedade da iMPACT os personagens.

Eu acho que é inquestionável que a propriedade dos personagens reside na iMPACT Wrestling. Acho que nem os Hardys disputariam isso. Todos assinaram contratos. Seus contratos são contratos padrão. Não só na indústria de wrestling, mas na indústria de entretenimento, geralmente, o produtores dos shows têm propriedade sobre o conteúdo e não importa realmente quem na equipe criativa veio com a ideia de o que o personagem deve ser. A pessoa que possui o enredo e o personagem é a pessoa que investiu para levar a ideia e colocar na TV. Foi o que fizemos. O iMPACT colocar esses personagens na TV, e os contratos com essas pessoas são indisputáveis contratos que fornecem seu IP para o iMPACT.

Quando perguntado se ele estaria aberto para falar com os Haryds, ele diz que sim, mas depois faz menção ao boato que existe, desde que Matt e Jeff retornaram na Wrestlemania – que a WWE não tem planos de descrever os irmãos como “Broken” em sua programação.

Nós oferecemos muitas vezes uma tentativa de encontrar um acordo com os Hardys que lhes permitiria continuar a usar a gimmick dentro de parâmetros razoáveis, considerando o que é importante para nós e o que é importante para eles. Eu entendo a dinâmica de sua mudança para a WWE e o “heat” daquele período de quando eles anunciaram que não iriam renovar os contratos, até a data que eles revelaram sua nova localização. Mas eu meio que esperava que uma vez que tinha sido alcançado, a coisa iria morrer, na sua própria morte natural porque, tanto quanto eu sei, a WWE não quer a gimmick, e de fato, de cada conversa que eu tive com eles, foi dito que não há interesse algum deles.

É importante notar que Pollock trabalha para a Fight Network, que é de propriedade da Anthem, assim como o iMPACT. Ele comentou sobre histórias de ex-TNA’s sem qualquer tendência evidente no passado, e não há nenhuma razão para questioná-lo aqui – embora explique a esolha de Nordholm para passar essa mensagem.

Veja também:  Cobertura: WWE RAW - 07/08/2017

A mensagem, sem surpresa, não foi bem recebida por pelo menos um Hardy:

A única coisa aparente aqui é o nível de desespero de uma pessoa que na sua posição faz um podcast de telefone: re: intenções de um bilhão $ + co.

Aproveitando-se de que os fãs não sabem detalhes de contratos, que NÃO eram “contratos de entretenimento padrão” e não elaborados pela Anthem.

Ao que tudo indica, a história deve continuar por um longo período de tempo.

A falta de interesse em um acordo comum entre as partes, ou falta de interesse de Vince McMahon, faz com que a melhor opção seja não esperarmos por um Broken Matt na WWE.

Veja também:  Bayley está fora do WWE SummerSlam 2017

 

Deixe um Comentário

comentário(s)